A relva já foi aparada e a época já começou – já está tudo a postos para começar a esfarelar o prestigiado All England Club.

https://www.moosh.pt/promocoes/view/wimbledon/

 

Wimbledon já serve de casa aos melhores tenistas nas próximas duas semanas.

Wimbledon 2022 já atraiu muita controvérsia depois da proibição de jogadores russos e bielorussos devido à invasão da Ucrânia: o que levou a ATP e a WTA a anunciar que nenhum ponto do ranking seria eliminado, tornando-o efectivamente um torneio de exibição.

 

Nadal à beira de fazer história, Medvedev à beira da loucura

 

Sempre Nadal

Dramas à parte, Rafael Nadal está a um passo de limpar o TERCEIRO Grand Slam do ano, enquanto a vencedora do Open dos EUA do ano passado, Emma Raducanu, terá bastante apoio da multidão da casa.

Aos fiéis de Wimbledon está negada a oportunidade de aplaudir um dos seus grandes heróis: Roger Federer não está na lista de inscritos.

 

Álvarez desmaiou na piscina (e foi a treinadora a salvar-lhe a vida, outra vez)

 

Favoritos?

Essa é fácil. Nos homens, o campeão em título, Novak Djokovic, é o favorito da Moosh para ganhar o torneio masculino.

SEIS vezes vencedor de Wimbledon ainda não ganhou um Grand Slam neste ano civil, tendo sido impedido de participar no Open da Austrália e perdido para Nadal nos quartos-de-final do Open de França.

 

50 anos de Zidane

 

Nas mulheres, Iga Swiatek, acabada de arrecadar Roland Garros com um estilo impiedoso, é a favorita da Moosh.

A jovem de 21 anos está numa forma imbatível tendo ganho os seus últimos 35 jogos a caminho de seis títulos consecutivos.