Vem aí mais um Alemanha-França, agora no Euro 2020.

Ao todo já se jogaram 31 partidas entre alemães e franceses, com vantagem para os Bleus.

  • França 14 vitórias
  • 8 empates*
  • Alemanha 9 vitórias
    *a Alemanha venceu nos penáltis no Mundial 1982

Em mais de trinta jogos nunca nenhum jogo se equipará ao da meia-final do Campeonato do Mundo de 1982.

 

França-Alemanha. Quando os alemães vão Löw, os franceses vão high?

 

Teve tudo esse jogo em Sevilha, no dia 8 de julho no Estadio Ramón Sánchez Pizjuán.

Golos fabulosos, um choque violentíssimo entre o guarda-redes alemão Schumacher e o médio francês Battiston e várias reviravoltas no marcador:

  • 1-0 Pierre Littbarski 17
  • 1-1 Michel Platini (gp) 26
  • 1-2 Marius Trésor 92
  • 2-2 Karl-Heinz Rummenigge 102
  • 2-3 Alain Giresse 98
  • 3-3 Klaus Fischer 108

Antes de terminar nos penáltis (5-4) com vitória da Alemanha.

Será o defesa Maxime Bossis a falhar o penálti, depois de Didier Six já ter falhado um para a França e o alemão Uli Stielike ter falhado antes.

 

«Foi o meu jogo mais bonito. O que se passou naquelas duas horas encapsula todos os sentimentos da própria vida. Nenhum filme ou peça conseguirá conter tantas contradições e emoções. Foi completo. Intenso. Foi fabuloso» Platini

 

Schumacher-Battiston

Apesar dos golos, da emoção e do suspense nada fará esquecer o momento mais infame do futebol.

Aquele em que Battiston se isola e é abalroado por Schumacher.

O choque é tão violento que o francês cai prostrado e incosciente no relvado e sairá de maca para não regressar ao jogo.

O momento do atropelo de Schumacher a Battiston | foto IMAGO

 

«Just prior to crashing into Battiston he [Schumacher] did a little jump and turned his upper body in order to ease the impact. Ease it for himself, that is, as the helpless Battiston was hit in the face by Schumacher’s hipbone with full force, immediately going down unconscious« Ulrich Hesse-Lichtenberger, jornalista alemão

Platini diria mais tarde que pensava que o companheiro estava morto.

“Não tinha pulso. Estava tão pálido”. Antes de Battiston sair de campo estendido na maca Platini beijou-lhe a mão.

O capitão francês pensou que Battiston tivesse morrido | foto IMAGO

 

Schumacher permanecia impávido, sem se mexer na ponta da pequena área com a bola debaixo de um dos braços e a outra na anca.

A linguagem corporal de do guarda-redes dizia: Tirem-no do campo para eu poder prosseguir o jogo.

Battiston perdeu dois dentes, ficou com três costelas partidas e uma vértebra danificada – e esteve inconsciente quase meia hora

De volta ao jogo (sem Battiston), este recomeçou com… um pontapé de baliza para a Alemanha.

E sem qualquer admoestação para Schumacher.