Já sabemos como acaba a história (naquela cabeçada de Angelos Charisteas e no 1-0 para a Grécia na final).

Mas antes, houve uma história quase perfeita.

Estamos a falar daquele jogo nos quartos de final do Euro 2004 contra a Inglaterra. Antes tínhamos eliminado a Espanha na fase de grupos (com um golo de Nuno Gomes) e o sonho ganhava forma.

Nesse jogo de dia 24 de junho de 2004 com os ingleses a coisa nem começou bem e tinha tudo para acabar mal.

A Inglaterra marcou logo aos 3 minutos e os festejos de Owen faziam antever o pior. E só aos 83 minutos conseguimos empatar por Postiga.

No prolongamento Rui Costa estoirou as redes e a Luz: mas Lampard empatou 2-2 e deixou tudo na mesma. Foi tudo para os penáltis.

Aí a mega estrela David Beckham foi o primeiro a fazer-se à carreira de tiro, atirou para as nuvens e queixou-se da relva. Numa contenda de 14 penáltis só Beckham, Rui Costa e Vassell falharam:

1-0 Deco
1-0 Bekcham
2-0 Simão
2-1 Owen
2-1 Rui Costa
2-2 Lampard
3-2 Ronaldo
3-3 Terry
4-3 Maniche
4-4 Hargreaves
5-4 Postiga

Postiga explica o Panenka!

"Não tinha noção que, se falhasse, estávamos eliminados" 😬🇵🇹 Helder Postiga fala do Euro 2004 e explica o mítico penalty à Panenka!#Canal11 #FutebolEmPortuguês

Publicado por Canal 11 em Sábado, 4 de abril de 2020

 

5-5 Cole
6-5 Ricardo
6-5 Vassell

Claro que o grande momento a seguir à super calma de Postiga foram os dois momentos de Ricardo.

O primeiro momento quando o guarda-redes decide fazer-se ao penálti de Vassell sem luvas, atira-se para o lado esquerdo e consegue sacudir a bola com os dedos para fora.

 

 

O segundo grande momento foi logo a seguir, quando decidiu ele próprio sem dizer nada a ninguém marcar o penálti. Aí o remate saiu perfeito, rasteiro e junto ao poste. Direitinho para as meias-finais.

 

Ricardo e Postiga, os dois grandes protagonistas dos quartos de final do Euoro 2004 | foto IMAGO