O Liverpool é uma espécie de Fénix.

Renasce de tempos em tempos (ora é o maior do mundo e vence 4 Taças dos Campeões em 7 anos ora cai na 2ª divisão e niguém dá por ele).

Foi assim no fim do século XIX, início do século XX e até nos anos 60.

Sim, foram parar à 2ª divisão e foram mesmo campeões aí:

  • 1893–94, 1895–96, 1904–05 e 1961–62

Entre essas subidas e descidas ia acumulando uns quantos títulos de campeão nacional:

  • 1900–01, 1905–06, 1921–22, 1922–23, 1946–47, 1963–64, 1965–66

O que nunca tinha conseguido era ganhar a Taça de Inglaterra.

E é aqui que entra Ian St. John, que morreu hoje aos 82 anos (1938-2021).

Ajudou o Liverpool a vencer a 2ª divisão e a promover o clube à 1ª divisão na primeira época em Anfield. E foi dele o recorde da trasnferência mais cara na altura.

Ian St. John helped the Reds into the First Division by gaining promotion in his first season following his transfer for a then club-record fee of £37,500 from Motherwell

Entre descer de divisão e ser campeão nacional (1962 na 2ª e 1964 campeão inglês) foi dele o golo que deu a primeira Taça de Inglaterra ao Liverpool – em 1964-65.

Ian St John é o mais feliz (esq. para a direita): Ian St John, Geoff Strong, Ron Yeats, Wilf Stevenson, Gordon Milne, Chris Lawler, Ian Callaghan, Peter Thompson, Roger Hunt e Tommy Smith fstejam a primeira conquista da Taça de Inglaterra em 1965 | foto IMAGO

 

O avançado marcou muitos golos: 118 golos em 425 jogos pelos Reds entre 1961 e 1971. Mas este niguém esquecerá nunca.

Era escocês e permitiu ao Liverpool conquistar pela primeira vez a Taça de Inglaterra com um golo no prolongamento ao Leeds a dar o triunfo 2-1.