Por falar em final do playoff do Championship: o Charlton-Sunderland de 1998 foi a melhor de sempre.

Não despertam o mesmo interesse que um Liverpool-Man City, Chelsea-Man United ou um Tottenham-Arsenal.

Nós sabemos.

Mas se falarmos de uma final com 8 golos e drama até ao fim do 14º penálti?

Aí a coisa muda.

Estamos a falar do jogo de subida à Premier League, Wembley cheio, dinheiro a rodos (sim é o jogo de futebol mais valioso do planeta) e muita emoção.

 

Bem-vindos ao jogo mais dramático (e valioso) do futebol

 

 

A isto tudo junte-se

  • 8 golos
  • e 14 penáltis

Sim, foi o que aconteceu em 1998 e nunca mais ninguém esqueceu aquela tarde de 28 de maio.

 

4 equipas para 2 lugares na PL

Nottingham (94 pontos) e Middlesbrough (91) já tinham seguido para a Premier League como primeiro e segundo classificados do Championship.

Faltava preencher dois lugares num playoff com quatro equipas.

O Sunderland acabara em terceiro (90), com mais 2 pontos que o Charlton.

As outras duas equipas são o Ipswich (83) e o Sheffield United (74).

Mas estas ficam logo arrumadas:

  • Sheffield v Sunderland 2-1 e 0-2 
  • Ipswich v Charlton 0-1 e 0-1

 

Finalmente a final

Seguem para a final Sunderland e Charlton.

Aí a coisa foi dramática:

  • 3-3 nos 90 minutos
  • 4-4 nos 120
  • 7-6 nos penáltis

Depois de 13 penáltis, a fava calhou a Michael Gray – falhou o 14.º e eliminou o Sunderland, abrindo o topo do futebol inglês ao Charlton.

Ou melhor, Saša Ilić defendeu o remate fraquinho de Gray e todos caíram em cima (literalmente) do guarda-redes sérvio.