Ronaldo marca muitos golos (toda a gente sabe disso).

Marca tantos que não há niguém no mundo que tenha marcado mais do que ele.

Nem Pelé, que até congratulou o português pelo recorde de 770 golos.

Com tanta bola a entrar na baliza às vezes não se consegue acompanhar o ritmo.

Ao longo da carreira têm anulado golos a CR – e quando erram, parece que acertam nos golos mais bonitos de Cristiano.

Lembram-se daquele no Bessa?

 

 

E contra a Espanha? Lindo, lindo…

 

 

Agora contra a Sérvia não foi tão bonito, mas foi decisivo – ou teria sido caso o juiz de linha estivesse com atenção.

Seria o 2-3 e uma vitória sobre o adversário direto na corrida ao Mundial do Qatar 2022.

O golo anulado contou com as esfarrapadas desculpas do árbitro holandês Danny Makkelie ao jornal A Bola.

«DE ACORDO COM AS POLÍTICAS DA FIFA, TUDO O QUE POSSO DIZER É QUE PEDI DESCULPA AO TREINADOR NACIONAL, SENHOR FERNANDO SANTOS, E À EQUIPA PORTUGUESA PELO QUE ACONTECEU. COMO EQUIPA DE ARBITRAGEM, NÓS TRABALHAMOS SEMPRE MUITO PARA TOMAR BOAS DECISÕES. QUANDO SOMOS NOTÍCIA DESTA FORMA, ISSO NÃO NOS DEIXA SATISFEITOS DE TODO» MAKKELIE

 

 

A única coisa incrível aqui – além da miopia do juiz da bandeira – é o trabalho do defesa Stefan Mitrović.

Não só consegue enganar o árbitro com um corte arrojado como ainda detém a recarga de Bernardo Silva (OK, aqui a culpa é mais do português do que do sérvio).

Ao menos Mitrović esforçou-se.