Houve de tudo em Turim.

E a noite acabou com a derrota mais saborosa do Porto na Champions.

O Porto venceu no Dragão 2-1 na primeira mão e perdeu agora 3-2 em Turim.

Ficou 4-4 no conjunto das duas mãos – passaram os portistas. Ciau Juve!

Foi histórico, sim.

Porque

  • foi a primeira vez que o Porto conseguiu eliminar a Juventus
  • foi a primeira vez que ganhou uma eliminatória na UEFA após prolongamento
  • e foi o jogo em que os portistas tiverem mais minutos com menos um jogador

Passou Conceição, ficou eliminado Pirlo.

Houve mesmo de tudo em Turim:

  • penálti (para o porto aos 19)
  • expulsão (de Taremi aos 54)
  • reviravolta no marcador (0-1, 2-1, 2-2 e 3-2)
  • Porto jogou uma hora com menos um jogador
  • Pepe fez aos 38 anos um dos melhores jogos da carreira
  • Sérgio Oliveira bisou e marcou um dos golos mais importantes no Porto
  • Chiesa marcou dois mas ninguém fala nisso por causa disto
  • Ronaldo ficou em branco nos dois jogos

Há vários heróis (como vimos) e vários culpados.

Um dos culpados é Ronaldo (como vimos). E com isto volta a sair cedo da prova:

  • saiu nos quartos-de-final em 2018-19 eliminado pelo Ajax (3-2)
  • saiu nos oitavos-de-final em 2019-20 despachado pelo Lyon (2-2)
  • saiu agora nos oitavos corrido pelo Porto (4-4)

 

E depois há Marchesín.

 

https://twitter.com/playmaker_PT/status/1369443716755243020

 

Festa, festa e mais festa.