Nunca se marcaram tantos golos num Europeu – 142 (aqui estão eles).

Foram marcados tantos que deu para tudo:

  • 61 de Pé direito
  • 43 de Pé esquerdo
  • 27 de Cabeça
  • 11 Autogolos

 

Espanha culpada por tantos golos

O triunfo da Espanha sobre a Croácia nos oitavos-de-final, após prolongamento, foi o segundo jogo com mais golos na história do Euro.

O 5-3 alcançado já nos 30 minutos de tempo exra foi também um dos melhores jogos deste torneio. E os 8 golos contribuíram para o espantoso bolo final.

E aí os epsanhóis contaram com o mal-amado Morata.

 

Morata, Fast & Furious

 

Portugal também ajudou

Portugal foi um dos responsáveis para o elevado número de golos – a marcar e a defender.

A seleção de Fernando Santos esteve em 13 golos nos 3 jogos que disputou na fase de grupos:

  • Hungria 3-0
  • França 2-2
  • Alemanha 4-2

É muita fruta.

 

A poesia do golo dos 33 passes

 

Claro que Ronaldo aproveitou para bater mais uns recordes:

  • melhor marcador do torneio com 5 golos
  • igualou Ali Daei como melhor goleador absoluto em seleções com 109 golos
  • marcou pelo 5º Europeu CON-SE-CU-TI-VO (2004, 2008, 2012, 2016 e 2020)

É obra.

 

Falhanços do arco-da-velha

Claro que também houve falhanços.

E esses não contaram mesmo como golo – quando tudo pareci apontar que ia ser esse o seu fim (CR também está lá…).

 

Unai, Jota, CR e Müller: estes são os maiores falhanços do Euro

 

Enrico, o velhor

Houve ainda golos históricos como os de Federico Chiesa.

O avançado italiano ao marcar no Euro 2020 imitou o pai Enrico, que fez o mesmo no Euro 96.

 

A Itália ao som de Chiesa (filho)

 

Autgolos há muitos

Houve ainda os autgolos. Muitos.

Ao todo foram marcados 11 golos na baliza errada – um RECORDE.

Até aqui tinham sido marcados 9 autgolos – em TO-DAS as edições do Euro.

 

Dubravka, mãos de manteiga

 

A História de Pandev

Histórico mesmo foi o golo de Pandev.

O veterano macedónio marcou o orimeiro golo do país numa fase final de qualquer compeitção.

E já tinha sido ele o responsável pela qualifcação da seleção macedónia ao Europeu.

 

O Euro está fechado com a qualificação da Macedónia, Eslováquia, Escócia e Hungria

 

Muito chique

Claro, não esquecer Patrik Schik.

O avançado de 25 anos do Bayer Leverkusen também marcou 5 golos na prova (tantos quanto Ronaldo, mas tem menos 1 assistência que o português).

Não ficou com a Bota de Ouro de melhor marcador mas igualou o recorde de Milan Baroš como máximo goleador da história da República Checa no Euro.

Além de que está na corrida ao melhor golo da prova (aqui também juntamente com CR).

 

Schick, um chapéu à Poborský de 45 metros

 

Agora, escolha!

Com isto tudo a UEFA destacou 10 golos do torneio para se escolher o melhor. E que dez!

Tirando os autogolos – 11, um recorde num Campeoanto da Europa (a anterior melhor marca era 9) – e as grandes defesas que impediram ainda mais golos aqui ficam os mais belos marcados neste Euro.

Faça favor.

 

https://twitter.com/GazpromFootball/status/1415002596604092424