Já todos sabemos que é o intervalo mais caro da TV americana. Estamos cansados de saber que 30 segundos desse prime time custam 5 milhões de dólares.

O alcance dos anúncios atinge mais de 100 milhões de telespectadores só nos EUA, com quase 45% desse público formado por mulheres.

Sempre que há Super Bowl vem sempre a mesma conversa. E não é que têm razão? São caros e são bons.

O intervalo serve apenas para adiar dar o troféu a Tom Brady e aos Patriots de Bill Belichick.

Este ano mostrou-nos o quão o jornalismo é importante para o mundo, vindo da redação do Washington Post e de Jeff Bezos, CEO da Amazon e atual dono do Post.

Vimos o feminismo ainda com mais força através do punho de Serena Williams e um Harrison Ford zangado com o seu cão, também cotesia de Bezos já que é da Amazon.

Até o Dude (not Mr. Lebowski, His Dudeness, Duder or El Duderino if you’re not into the whole brevity thing) aparece no seu traje habitual mas a prescindir do seu white russian habitual.

Vamos espreitar os trailers (let’s look at the treila). E ver o que há de melhor.

Yeah, well, you know, that’s just, like, their opinion, man.

 

Stella Artois | Change Up The Usual | 2019

https://www.youtube.com/watch?v=IX8TMYRk6_w

 

 

WP | Because knowing empowers us. Knowing helps us decide. Knowing keeps us free

 

Serena Williams: Bumble Commercial

 

Not Everything Makes the Cut – Amazon Super Bowl

 

Doritos | Chance the Rapper x Backstreet Boys Super Bowl

 

More Than OK

https://www.youtube.com/watch?v=G9xy3cdykJs

 

Bud Light x Game of Thrones Super Bowl Commercial – Joust

 

Toyota

https://www.youtube.com/watch?v=H-LRLub6m5A

 

M&M | Chocolate Bar

 

Bat-móvel, Ecto-1 e Mystery Machine vão às compras | Walmart

https://www.youtube.com/watch?v=4PDhMoFoUGY