É verdade, já chegámos às finais de conferência na NBA. Primeira partida realizada e os Golden State bateram Portland (116 – 94) com um jogaço de Curry e Thompson.

Milwaukee também conseguiu levar a melhor sobre Toronto (108 – 100), num jogo que até dois minutos do fim estava a pender para os Raptors.

18 maio 1h30
Playoffs NBA
Milwaukee Bucks vs Toronto Raptors
1.25 – 2.95

Mas o destaque desta semana é outro.

É que a madrugada de segunda-feira deu-nos um dos melhores momentos nos playoffs até agora, senão mesmo o melhor de sempre. Dúvidas? Até um fã fez questão de tatuar o momento.

Foi tão incrível que que a CBC dividiu o momento em cinco passos:

  • O Lançamento
  • O Aro
  • A Espera
  • A Conclusão
  • A Euforia

O protagonista? Kawhi Leonard, claro está. E também para Rick Madonik, o fotógrafo de 58 anos do Toronto Star, por detrás da foto que correu mundo.

Kawhi Leonard Playoffs
31.8 pontos
52.5% de lançamentos de campo
8.5 ressaltos por jogo

Um dos mais fortes candidatos a MVP destes playoffs – a discussão parece que vai ser apenas entre ele e Giannis – fechou o jogo sete da série frente aos 76ers com um buzzer-beater do outro mundo.

Com o jogo empatado a 90 pontos, Kawhi pegou na bola, foi à linha, e numa velocidade supersónica fez o lançamento já desequilíbrio.

Sem espinhas? Nada disso, até porque assim nem tinha tanta piada. É que somente tendo em conta o o espéctaculo, quanto mais tempo durar aquela angústia até a bola entrar, melhor. E foi mesmo isso que aconteceu.

A bola não bateu nem uma, nem duas, nem três, mas sim quatro vezes no aro!

 

 

E a sua reação reação foi qualquer coisa de especial. Sim, aquele Kawhi que raramente demonstra qualquer tipo de emoção.

 

 

 

Quem não ficou tão contente foi Joel Embiid, que no final do jogo desfez-se em lágrimas. E nestas coisas, já sabemos que a internet não perdoa.

 

 

Mais contentes ficaram os Raptors, que com este cesto de Kawhi chegaram às finais de conferência apenas pela segunda vez na sua história. Fundados em 1995, só em 2015-16 tinham chegado a esta ronda, que na altura viria a ser perdida com os Cavaliers.

Agora é tempo de decidir quem são os reis do Este e do Oeste.

Para já, as coisas sorriem aos Bucks e aos Golden State, mas vamos ver como correm as próximas madrugadas da NBA.