O Fulham precisava do Mitrovic, Kamara, Kebano ou até de Ivan Cavaleiro.

Mas quem apareceu foi Joe Bryan. Apareceu tarde mas apareceu e foram dele os golos mais importantes dos últimos anos do Fulham.

Já o conhecem?

Estamos a falar de Joe Bryan, lateral esquerdo de 26 anos. E dos dois golos que marcou na final do playoff do Championship que decidiu a última vaga de subida à Premier League (já lá moravam o Leeds e o WBA, 1º e 2º classsificados do Championship).

Faltava uma vaga e essa teria de ser conquistada no playoff.

Primeiro o Fulham arrumou com o Cardiff nas meias-finais (Kebano marcou nos dois jogos e foi fundamental).

Depois a final com o Brentford (que tinha eliminado o Swansea).

A final ficou 2-1, vitória do Fulham sobre o Brentford decido depois de um 0-0 até aos 105 minutos:

1-0 por Joe Bryan aos 105
2-0 por Joe Bryan aos 117
2-1 por Henrik Dalsgaard aos 120-4

Com essa promoção seguiu-se um cheque de 170 milhões de libras (188 milhões de euros).

É muita fruta.

Daí justificar-se os berros dos comentadores do Fulham, que iam tendo uma apoplexia.