Já vimos este filme várias vezes e nesta terça-feira repetiu-se: o Porto já foi afastado pelo Sporting quatro vezes na Taça da Liga e continua sem ganhar a competição.

Desta vez a coisa foi feita com requinte – depois de estar a perder 1-0, o leão deu a volta com golos aos 86 e 90+4 (ambos por Jovane).

O Porto marcou perto do fim (79) e parecia ter a final no papo.

Marega fez o impensável: pegou na bola no meio-campo e só parou com ela dentro da baliza de Adán.

Parecia estar feito e os portistas mais perto do primeiro troféu na competição – há 14 épocas que vêm falhando a conquista.

Só que Amorim tinha trunfos.

 

 

Já tinha lançado Matheus e lançou mesmo a artilharia toda: Plata, Bragança e… Jovane.

«O golo de Jovane foi como uma ironia de individualidade, em arco, a iluminar a noite. O impacto que teve, na agressividade e na técnica, buscando espaço vazio e profundidade, valeu o segundo golo e a vitória. Em dez minutos, um jogador colocou-se claramente acima do jogo todo» freitas lobo in ‘o jogo’

O cabo-verdiano não se fez rogado e aproveitou todas as oportunidades que teve.

 

 

Leõa invicto contra o dragão

Nos duelos entre Sporting e Porto na Taça da Liga, os leões continuam invictos.

Em 5 jogos, o Sporitng venceu dois e empatou 3.

A equpia de Alvalade saiu sempre vencedora nas eliminatórias: em três meias-finais e na final da época 2018/19.

 

Quinta final para o Sporting

É 5ª final da Taça da Liga dos verde e brancos – todas decididas nos penáltis.

Os leões perderam as primeiras duas:

  • com Setúbal 0-0 (2-3 nos penáltis)
  • e Benfica 1-1 (2-3 nos penáltis)

E venceram as duas últimas:

  • com Setúbal 1-1 (5-4 nos penáltis)
  • e Porto 1-1 (3-1 nos penáltis)