Sébastien Haller entrou e marcou – logo aos dois minutos. E não se ficou por aqui.

O franco-marfinense de 27 anos marcou mais três vezes e saiu de Alvalade com quatro golos: bateu Adán aos 2, NOVE, 51 e 63.

É obra.

 

 

O Ajax saiu de Lisboa com uma goleada 1-5 e líder do Grupo C.

Começou cedo a marcar e só parou perto do final -com uma eficácia tremenda: em 8 remtartes à baliza do Sporting marcou 5 golos.

Foi a segunda pior derrota de sempre do Sporting (para a história está ainda o 0-5 do Bayern em Alvalade).

 

 

Poker de Van Basten

O que Haller fez só Van Basten tinha feito: marcar 4 golos na estreia na Liga dos Campeões.

Um dos golos foi de bicicleta.

Foi há 30 anos – e a vítima foi o Gotemburgo.

 

 

Acontenceu a 25 de novembro de 1992, Van Basten fez a estreia europeia pelo Milan e não se fez rogado – 4 golos: 33, 52 (gp), 61 e 63.

O Milan chegaria à final da prova mas perderia para o Marselha 1-0.

 

 

«Obviamente não posso dizer que esperava isto do Haller, quatro golos na Champions é uma coisa mesmo excecional. Nem me lembro de acontecer. Foi algo histórico o que ele fez. É um avançado com muitas qualidades, não só físicas, mas também técnicas e que finaliza muito bem. O Haller tem uma personalidade fantástica e só posso elogiá-lo. Isto que conseguiu agora foi incrível. Claro que tive de lhe dar alguma confiança, mas ele tinha todo este futebol dentro dele» Erik ten Hag