Aos 24 anos, o americano da Flórida Caeleb Dressel foi a Budapeste (na Hungria) mostrar na Liga Internacional de Natação quem é o maior.

Nesta segunda-feira tornou-se o primeiro a bater a barreira dos 50 segundos nos 100 metros estilos – estamos a falar em pista curta.

Foi o primeiro a nadar os 50 metros livres abaixo dos 18 segundos, o primeiro a fazê-lo nos 100 metros livres abaixo dos 40 segundos e agora o único a fazer os 100 metros estilos abaixo dos 50 segundos.

Mais propriamente 49,88 segundos.

 

 

A piscina do Duna Arena quase veio abaixo (não tanto como os comentadores americanos neste Twitter).

Não era para menos. Dressel tinha acabdo de tirar 38 centésimos à marca do russo Vladimir Morozov, estabelecida em Berlim em 2018.

Lembram-se do incrível recorde de Michael Phelps das oito medalhas de ouro em Jogos Olímpicos?

 

 

Foi aí que Dressel decidiu que queria ser nadador – mais propriamente a ver a estafeta dos 4×100 metros livres nos Jogos de Pequim em 2008.

Oito anos depois, com 19 anos, foi aos Jogos do Rio de Janeiro em 2016 – ao lado de Phelps – tornar-se campeão olímpico nas estafetas 4×100 metros livres e 4×100 metros estilos.

Agora Dressel assumiu o protagonismo individual. E é menino para se atirar a isso como a um osso nos pŕoximos Jogos de Tóquio em 2021 e conseguir uma proeza parecida, igual ou melhor.

Nós não duvidamos.