Escorpião e futebol vem-nos à memória o movimento acrobático de Higuita.

Sabemos todos o que foi (e como foi).

A 6 de setembro de 1995 Wembley viu (e nós vimos depois várias vezes no YouTube) o que nunca tinha sido visto (e estamos a falar de Wembley).

Durante um amigável entre a Colômbia e a Inglaterra Higuita decidiu criar a sua obra-prima – a bola em arco passou por cima do guarda-redes e este sacou de uma defesa escorpião.

 

 

Como?

Saltou com os dois pés para cima e conseguiu afastar a bola com um safanão por trás das costas.

Foi tão incrível que o autor do feito não se esquece de lembrar a sua paternidade.

 

Vinte seis anos depois… Delaney 

Se uma coisa assim já parecia impossível de defender, imaginemos a marcar um golo.

Foi o que Thomas Delaney fez.

O médio dinamarquês do Dortmund fê-lo durante um treino com a seleção durante a qualificação ao Mundial do Catar 2022.

 

 

Durante uma sessão de finalizações, o jogador de 29 anos aproveitou um ressalto e emendou o primeiro remate defendido com uma acrobacia elástica.

Saiu tão bem que a bola foi parar ao ângulo da baliza.

Claro que ficou tudo em extâse. Tudo e todos.

E aqui o próprio também não deixou de partilhar. À Higuita.