O mais difícil para Sky foi convencer os pais a ir a Tóquio – tinha 12 anos e a certeza que Mieko e Stu não iam deixar.

Os Jogos foram adiados um ano e Sky Brown com a autoridade dos já longos 13 anos lá conseguiu o sim da mãe e do pai a ir ao Japão.

O grave acidente que teve aos 11 anos na casa de Tony Hawk também não ajudou.

 

 

Fraturou o crânio, o braço esquerdo e os dedos da mão direita – estávamos em maio de 2020 e toda a gente pensou que ia desistir da ideia de ir aos olímpicos.

Não foi bem assim.

Foi a Tóquio e acabou nok pódio – com a medalha de bronze a luzir.

 

 

Sky Brown nasceu em Miyazaki, no Japão e é filha da japonesa Mieko e do britanico Stu.

No caminho para as os Jogos no Japão poderia ter escolhido este país para representar – preferiu a nacionalidade britânica e a não pressão por resultados.

 

 

A britânica vive em Oceanside, na Califórnia, e soma medalhas e títulos no circuito mundial e nos principais eventos de skate.