Estão fechados em casa e não sabem o que fazer. São fãs de futebol e a coisa agora está parada – quer dizer temos sempre Bielorrússia e até há pouco tempo Turquia. Há uns quantos campeonatos escondidos onde ainda se pode gritar golo.

Mas se nem isso vos sossega aqui está o que estavam à espera: nove filmes/documentários que explicam o futebol. Ou tentam explicá-lo.

 

A incrível história da Coreia do Norte no Mundial de 1966

Esse mesmo, o Mundial dos Magriços, do terceiro lugar de Portugal e dos 9 golos de Eusébio (4 à Coreia do Norte e um deles ainda hoje estudado nas escolas do Ajax).

Foi a melhor participação de sempre de Portugal antes da era Cristiano Ronaldo e o mito Eusébio fez-se ali. Mas a outra história desse torneio será sempre a da seleção da Coreia.

Os coreanos eliminaram a Itália (até hoje o maior choque para os azzurri) e chegaram aos quartos de final. Aí depararam-se com Portugal e aos 23 minutos ganhavam por 3-0. Até aos 28 minutos (antes do primeiro golo de Portugal) essa viagem foi a melhor da história coreana até hoje.

 

 

 

A extraordinária história do New York Cosmos

O auge e a queda do clube que teve Pelé, Beckenbauer, Cruyff, Rivelino e Sócrates. O Cosmos até aí desconhecido e sem adeptos e num país que não ligava nenhuma ao futebol.

 

 

 

Cantona: O regresso do rei

Cantona e rei na mesma frase. O que é preciso mais?

O francês da gola levantada a levantar estádios (e a levantar adeptos vá). Chapéu para o futebolista dos chapéus aos guarda-redes.

Há uma frase que o define na perfeição. É de Steve Bruce: “Ele conseguia o equilíbrio ideal para um jogador de quase 1,90m – tinha uma ténica incrível, era muito bom de cabeça, tinha força, era raṕido e claro tinha aquele talento que o tornava um jogador excepcional.”

 

 

 

Football’s Greatest – Ronaldo

Estamos a falar do Ronaldo brasileiro cuja alcunha parece fazer sentido – o Fenómeno. Se viu Cantona, imagine um Cantona cheio de golos. Era Ronaldo. “Bagunceiro”, nas palavras de uma vizinha de Bento Ribeiro, um bairro da Zona Norte do município do Rio de Janeiro.

 

 

 

Copa 90: Isto é o Nápoles

A série Copa 90 tem vários capítulos, este do Naṕoles mostra a paixão fervorosa dos adeptos. E percebemos como o futebol é muito mais do que um jogo de vida ou de morte.

 

 

 

Como um jogador se tornou Deus: Diego Maradona

É impossível falar de Naṕoles e não falar de pizza. Pizza e de um jogador argentino, baixote, para o gordito e cujo pé esquerdo não ficava atrás do de Dimas.

 

 

 

ESPN: O mistério do troféu Jules Rimet 

É uma história em que o Indiana Jones podia ter participado. Mete um troféu de ouro, Ottorino Barassi a protegê-lo escondendo-o debaixo da cama e nazis a tentar roubá-lo de Itália durante a II Guerra Mundial.

Estaremos mesmo a falar de futebol?

 

 

 

Clough: A história de Brian Clough

O treinador inglês pegou no Derby County na 2ª divisão em 1969 e levou-o à conquista do principal campeonato em Inglaterra em 1972. É obra, hein?!

Agora imagine que fez parecido com o Nottingham Forest e o levou à conquista da Taça dos Campeões Europeus. Duas vezes. Seguidas. É isto.

 

 

 

Next Goal Wins

A história da Samoa para deixar de ser a pior seleção do mundo depois daquela humilhante derrota 31-0 ante a Austrália. Foi um despertar?