Tal como no ano passado na decisão da Supertaça, Porto e Benfica voltam a enfrentar-se na antevéspera de Natal.

Agora para os oitavos-de-final da Taça de Portugal.

Dragões e águias chegam a este duelo num dos melhores momentos da temporada.

 

Diaz vs Rafa

São os dois melhores ataques do campeonato.

Com vantagem para o Benfica: 46 golos –  contra 38 do Porto (o Sporting tem 27).

A equipa de Jesus entra em campo com dois grandes trunfos: o melhor marcador da I Liga e o jogador com mais assistências.

  • Darwin com 13 golos
  • Rafa com 13 assistências 

Sérgio Conceição responde com Luis Diáz – o colombiano está logo atrás do uruguaio, com 12 golos.

 

 

Luis Díaz leva 14 golos em todas as competições esta época.

Darwin Núñez vive o melhor momento da carreira com 18 golos – superando o registo da época passada (14).

Apesar de goleadores, Díaz tem mais participação na produção ofensiva do que Darwin.

Por jogo, o colombiano do Porto faz, em média, 1,62 passes para finalização, mais do que os 0,86 do uruguaio.

No drible, Díaz tem 62% de sucesso, superior aos 52% de Darwin.

Têm ambos três assistências.