Agora é em Coimbra.

Por causa da pandemia tirou-se a final da Taça de Portugal do Jamor e mudou-se o Benfica-Porto para o centro.

Não é a primeria vez. Para sermos exactos… é a sexta vez que o jogo se realiza fora do Estádio Nacional desde que este foi inaugurado em 1944 (a primeira final da Taça seria em 1946).

E só houve uma vez que benfiquistas e portistas se defrontaram na final do troféu fora do Jamor – foi há 40 anos.

Aí, na zanga de 1982/83 a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) entregou a organização da Taça à Associação de Futebol do Porto e esta decidiu-se pelo Estádio das Antas.

 

 

O jogo deu-se mesmo no dia 21 de agosto de 1983 apesar das ameaças do Benfica, acabadinho de ser campeão, em não comparecer com a equipa principal.

Não só compareceu como a equipa de Eriksson venceu a de Pedroto por 1-0 com um golo de Carlos Manuel (aos 20 minutos).

«Ganhámos e foi um prazer fazê-lo naquela envolvência adversa, com um grande golo do Carlos Manuel» Álvaro Magalhães ao jornal O Jogo

 

As finais fora do Jamor:

  • 1960-61 Antas: Leixões-Porto 2-0
  • 1974-75 Alvalade: Boavista-Benfica 2-1
  • 1975-76 Antas: Boavista-Guimarães 2-1
  • 1976-77 Antas: Porto-Braga 1-0
  • 1982-83 Antas: Porto-Benfica 0-1

 

Dobradinha histórica?

Volvidos estes anos todos  e nova final fora do Jamor. Mas agora com o Porto campeão à procura da oitava dobradinha da história – a primeira contra o Benfica.

Sérgio Conceição está à beira de um feito portanto.

Atrás de si tem uma lista de históricos das dobradinhas: Yustrich, Ivic, Oliveira, Mourinho, Co Adriaanse, Jesualdo Ferreira e Villas-Boas – mas nenhum o fez frente ao Benfica.

Estamos a falar de:

  • André Villas-Boas (2010-11)
  • Jesualdo Ferreira (2008-09)
  • Co Adriaanse (2005-06)
  • José Mourinho (2002-03)
  • Tomislav Ivic (1987-88)
  • Dorival Yustrich (1955-56)

Aliás, Conceição conseguiu uma dobradinha enquanto jogador: em 1997-98 o extremo levou o Porto a vencer o campeonato e depois a derrotar o Braga (com uma assistência) na final do Jamor.

 

 

Seria uma dupla satisfação para o treinador portista que há um ano viu fugir-lhe o campeonato (para o Benfica) e a Taça (para o Sporting).

 

 

 

Dobradinha à Benfica?

O Benfica também pode sair de Coimbra com uma dobradinha. Não ganhou o campeonato (esse foi para o Porto) mas começou a época com a conquista da Supertaça ao Sporting por 5-0.