Hoje também é dia de goleadores.

Uma dia depois do super-goleador Ronaldo ter marcado dois golos e fixado um novo recorde: o de máximo marcador das seleções com 111 golos.

O agora avançado do Man United marcou dois golos à Irlanda nos últimos minutos do jogo de Faro e deu a volta ao marcador e a vitória a Portugal.

2-1, triunfo aos 96 minutos e líder do Grupo A de qualificação ao Mundial do Qatar 2022.

 

Ronaldo, o animal de área que derrotou a Irlanda (e bateu o recorde mundial)

 

Goleadores em ação

Esta quinta-feira há mais goleadores em ação: Inglaterra, Polónia, Bélgica, Brasil ou Peru apresentam os seus melhores artilheros.

É o caso de Kane vs Hungria.

O avançado agora ao serviço de Nuno Espírito Santo no Tottenham (esteve de saída este verão para o Man City mas ficou em Londres).

 

Itália campeã, Euroexit da Inglaterra: Football it’s coming Rome

 

E é uma das mais letais armas de Southgate na seleção dos Três Leões: foi ele um dos responsáveis pela bela campanha da Inglaterra no último Europeu.

Os ingleses foram até à final – aí foram travados pela Itália.

 

Paulo Sousa pressionado

A Polónia fica em situação difícil caso não vença esta noite a Albânia.

E quem diz Polónia diz Paulo Sousa, o treinador escolhido para levar os polacos a bom porto no Euro 2020 – e não conseguiu.

O novo presidente da federação polaca, Cesary Kulesza, teve de vir defender o antigo médio.

 

«Paulo Sousa foi escolhido pelo anterior presidente, Zbigniew Boniek, que apenas informou a direção da federação sobre a sua decisão. E nós aceitámos. No entanto, agora este é o meu treinador, com o qual vou trabalhar em estreita colaboração. Definitivamente não é altura de demitir o português, pelo contrário. O selecionador tem todo o meu apoio» Kulesza

 

Lewa este para a estreia ò Paulo

 

É altura de pôr ainda mais fé num dos maiores goleadores da história: Robert Lewandowski.

A Polónia é quarta do Grupo I e se não vnecer os albaneses fica em posição delicada no apuramento – ainda por cima Sousa tem sete lesionados.

«A pressão faz naturalmente parte do nosso trabalho, mas trabalhamos para vencer. Sinto-me apegado à Polónia e tentarei fazer com que os adeptos se sintam orgulhosos» Paulo sousa

 

A estreia de Flick

Lembram-se dele?

É impossível esquecermo-nos: ganhou tudo com o Bayern e decidiu sair. E entrar na seleção alemã para o lugar de Joachim Löw.

O anterior selecionador fracassou no Campeonato da Europa ao ser eliminado nos oitavos-de-final pela Inglaterra.

 

Flick apareceu há um ano: vence um título a cada 9 jogos

 

Agora é a vez de Flick.

Estreia-se na Mannschaft frente ao Liechtenstein.

«É o meu primeiro jogo internacional como selecionador. Mas confio na equipa que é ideal e mistura bem a experiência com a juventude» Flick

 

Quinta-feira, 2 de setembro

Grupo B: Geórgia vs Kosovo, Suécia vs Espanha
Grupo C: Itália vs Bulgária, Lituânia vs Irlanda Norte
Grupo E: Rep. Checa vs Bielorrússia, Estónia vs Bélgica
Grupo I: Andorra vs São Marino, Hungria vs Inglaterra, Polónia vs Albânia
Grupo J: Islândia vs Roménia, Liechtenstein vs Alemanha, Macedónia vs Arménia