David Moyes era o escolhido por Ferguson para o suceder – durou 10 meses no banco de Old Trafford.

Agora tem mais 10 pontos que o Man United, está no segundo lugar e atacar o título que nunca venceu em Inglaterra (têm 3 Taças de Inglaterra no CV, a última em 1980).

É o melhor arranque da história do West Ham na Premier League: 23 pontos em 11 jornadas. só melhorado em 1975-76 e 1980-81 (com 24 pontos) quando ainda existia a First Division. Os hammers foram terceiros em 1986 (o melhor registo de smpre)

A vítima desta vez foi o Liverpool. Sim, esse Liverpool de Klopp – derrotado 3-2 em Londres.

 

 

Moyes e o jogo 1001 da carreira

Alex Ferguson saiu e apontou o dedo a outro escocês: David Moyes.

Mas a maldição ao sucessor de Ferguson foi rápida a impor a sua ordem: foi despedido sem ter aquecido o banco.

Depois dele sucederam-se vários nomes em Old Trafford:

  • Ryan Giggs (interino)
  • Van Gaal
  • José Mourinho
  • Soljkaer
    (o norueguês parece ter os dias contados)

 

Ronaldo salva Solskjær ao cair do pano (Bayern e Chelsea goleiam)

 

Nenhum treinador resultou em Manchester até agora.

Já em Londres a coisa muda de figura.

Ao jogo 1001 da carreira de Moyes uma prenda, e que prenda:

  • vitória sobre o Liverpool
  • londrinos no segundo lugar com 23 pontos (os memos que o campeão City)
  • a apenas três do líder Chelsea
  • um ponto à frente do Liverpool
  • e mais seis do que o Man United

Os Hammers levam 4 vitórias seguidas e 7 jogos sem perder.

Conquistaram 13 pontos de 15 como visitantes e ainda não perderam fora de casa. Jogam tudo na Taça da Liga onde eliminaram o United e o City: para voltarem a vencer um troféu depois da Taça de Inglaterra em 1980 (têm 3 taças)

 

This is the end, my only friend the end (Mou foi despedido do United)

 

É tempo do martelo

No London Stadium só deu martelada.

E impuseram a primeira derrota da época ao Liverpool: em 17 jogos. O mesmo Liverpool que anda a passear na Champions (4 jogos, 4 vitórias, 13 golos marcados).

Em Londres manda o West Ham: ali já eliminaram o Man City da Taça da Liga. E têm batido alguns rivais de topo como o Everton, Tottenham ou Villa.

Nas últimas 3 épocas o West Ham investiu 249 milhões de euros nas peças-chave de hoje: Zouma (35 milhões), Vlasic (30), Fornals (28), Benrahma (23,1), Bowen (21,3), Soucek (16,2), Coufal (6), Dawson (2,3)

Ficam as duas derrotas com Man United (1-2) e Brentford (1-2).

 

Nuno sai 17 jogos depois – entra Conte para tentar fazer aquilo que já fez