Para derrubar Antetokounmpo é preciso muito.

E foi com muito que Kevin Durant apareceu: um triplo-duplo histórico (49+17+10) para derrubar o grego e os Bucks.

KD fez uma das melhores exibições individuais num jogo de playoffs e levou os Brooklyn Nets a um triunfo (114-108) sobre os Milwauke Bucks.

A equipa de Nova Iorque lidera a série 3-2 e já sonha com uma presença nas finais de Conferência, que não acontece há 18 anos.

 

 

Não se previa este desfecho.

Liderados por Giannis Antetokounmpo os Bucks entraram bem e fecharam ainda melhor o intervalo: com uma vantagem de quase dois dígitos (59-43).

Só que no regresso os Nets vieram diabólicos – com um Durant ainda mais diabólico.

Durant jogou os 48 minutos – sem descanso.

 

 

Foi ele o líer da reviravolta com um recorde histórico na NBA: com 49 pontos (16 de 23 em lançamentos de campo e 4 em 6 nos triplos), 17 ressaltos e 10 assistências tornou-se o primeiro jogador da história a atingir estas marcas nos playoffs.

Ainda acrescentou 3 roubos de bola e dois tapas.

James Harden voltou, mas foi discreto (princpalmente ao pé deste mosntro). Jeff Green também ajudou com 27 pontos.

Mas a noite foi de KD.

 

 

Nash eufórico

No final, foi a vez do treinador Steve Nash, duplo MVP na NBA, a resumir a aruação de KD como “histórica”.

 

 

«O que  é que eu posso dizer? Não é o ideal. Mas, se não o tivesse utilizado nos 48 minutos provavelmente não teríamos ganhado o jogo» Steve Nash