João Sousa e Leonardo Mayer carimbaram o passaporte para os quartos de final do US Open este Domingo ao derrotarem Marcelo Melo e Lukasz Kubot.

US Open
Pares
16h00
Krawietz-Mies vs L. Mayer-João Sousa
1.64 – 1.86

A dupla entra hoje nos quartos de final do US Open para defrontar o par alemão Krawieyz e Mies no Louis Armstrong Stadium, em Nova Iorque. A dupla alemã não é pêra doce, este ano ganhou o seu primeiro “major” no Roland Garros em Paris.

João Sousa de 30 anos e Leonardo Mayer de 32 eliminaram o brasileiro Marcelo Melo e o polaco Lukasz Kubot nos oitavos de final da prova apenas em dois sets por 7/6 e 6/3 depois de 1h38 de confronto.

A dupla adversária era dada como favorita, em 2017 foi campeã em Wimbledon e vice campeã no ano passado exactamente neste torneio, osso uso duro de roer para Sousa e Mayer, que estiveram à altura e passaram o desafio com distinção e qualidade.

No primeiro set João e Leonardo ainda sofreram um break, mas com muita garra não desistiram e conquistaram o contra-break que os levou a um tie-break esmagador por 7/2. No segundo set foi tudo ais fácil e a dupla luso-argentina esteve sempre na frente.

A prova começou nos 32 avos de final e o português e o argentino já tinham deixado pelo caminho mais dois pares.

32 avos de final
Molteni/Zelenay vs Sousa/Mayer 6-2/ 6-4

16 avos de final
Kontinen/Peers vs Sousa/Mayer 6-3 / 3-6 / 6-7

 

 

É a segunda vez que estão nos quartos do US Open, a primeira foi em 2015. Nesse ano caíram aos pés de Sam Querry e Steve Johnson com 6-3 e 6-4.

O ano de 2019 está ser risonho para o par, que já chegou às meias finais do ATP Austrália Open, onde foram eliminados por Kontinen e Peers por 6-1 e 6-7.

A sorte sorri aos audazes e neste momento João e Leonardo estão no top 8 dos melhores do mundo em pares, com muita ambição para continuarem na prova. É a terceira vez que chegam tão longe num Grand Slam.

 

Publicado por João Sousa em Sexta-feira, 5 de abril de 2019

 

João Sousa é um dos três tenistas do Mundo que está no top 50 em singulares e pares, juntamente com Lukasz Kubote e Pierre-Hugues Herbert. Com o bom resultado em Nova Iorque o seu ranking vai voltar a subir com toda a certeza.

João Sousa – singular – 44o lugar – dupla – 46º lugar
Lukasz Kubote – singular – 41º lugar – dupla – 4º lugar
Pierre-Hugues Herbert – singular – 48º lugar – dupla – 18º lugar

Bora miúdo estamos todos a torcer por ti. Só se pára na final…