Já sabemos que este Mundial pertenceu a Caeleb Dressel. É quase tão óbvio como chamar a Dressel o “novo Phelps” (não se aguenta, nem o próprio aliás que já veio pedir para pararem com a comparação).

Com 22 anos (faz 23 no próximo dia 16 de agosto) Dressel ainda conseguiu partilhar a glória com Phelps antes de este se retirar – venceram juntos o ouro olímpico para os EUA nos Jogos do Rio de 2016 na estafeta 4x100m livres.

Agora tomou-lhe o lugar nos Mundiais de Gwangju, na Coreia do Sul. Mostrou a grande estrela que é com a conquista de 8 medalhas (6 de ouro e 2 de prata) – 3 dos títulos foram conseguidos na mesma noite.

 

 

Ouro

  • 50m livres (21,04s)
  • 100m livres (46,96s)
  • 50m mariposa (22,35s)
  • 100m mariposa (49,66s)
  • estafeta 4x100m livres masculino
  • estafeta 4x100m livres misto

A este ouro todo, Dressel ainda acumulou duas pratas:

  • estafeta 4x100m estilos masculino
  • estafeta 4x100m estilos misto

Antes, nos Mundiais de Budapeste em 2017 tinha ficado com 7 ouros, igualando Phelps.

Agora falhou o objetivo dos 8 ouros, mas conseguiu outro – o recorde do mundo nos 100m mariposa com 49,50s (alcançado nas meias finais), melhorando o de Phelps que era de 49,89s conseguido em Roma 2009.

 

O homem mais rápido que Phelps

 

 

Vamos embora, Manela

Se Dressel foi a figura nos homens, nas mulheres Simone Manuel foi o nome mais evidente.

A nadadora americana de 22 anos fechou o evento a ganhar os 50m livres e os 100m livres, tendo ainda brilhado nas estafetas.

Com 5 provas em estafetas conseguiu um recorde – nunca antes uma mulher tinha somado 7 pódios numa mesma competição.

Ouro

  • 50m livres (24,05s)
  • 100m livres (52,04s)
  • 4x100m estilos
  • 4x100m livres misto

Prata

  • 4x100m livres
  • 4x100m livres
  • 4x100m estilos misto

Mas Manuel fez mais. Repetiu a vitória nos 100m livres que tinha obtido há dois anos em Budapeste e igualou o feito da alemã Kornelia Ender alcançado em 1973 e 1975.

 

 

 

Mais medalhas em Gwangju

1.º Caeleb Dressel EUA 8 medalhas (6 ouros, 2 pratas)
2.º Simone Manuel EUA 7 medalhas (4 ouros, 3 pratas)
3.º Emma Mckeon Austrália 6 medalhas (3 ouros, 2 pratas, 1 bronze)
4.º Lilly King EUA 4 medalhas (3 ouros, 1 prata)
5.º Adam Peaty Grã-Bretanha 4 medalhas (3 ouros, 1 bronze)
6.º Cate Campbell Austrália 5 medalhas (2 ouros, 2 pratas, 1 bronze)
7.º Mallory Comerford EUA e Brianna Throssell e Madison Wilson Austrália (4 medalhas, 2 ouros, 2 pratas)
10.º Zachary Apple EUA e Ariarne Titmus Austrália 4 medalhas (2 ouros, 1 prata, 1 bronze)