A primeira mão da meia final da Taça de Portugal joga-se no Estádio da Luz e tal configura-se como mais uma vantagem para o Benfica no seu caminho até ao Jamor.

Ainda que os encarnados visitem o Dragão no fim de semana, não se afigura fácil a tarefa da equipa de João Pedro, até porque a configuração inicial do Benfica não deverá sofrer alterações profundas.

Hoje 19h15
Meia-final Taça de Portugal
Benfica vs Famalicão
1,27 – 5,40 – 9,00
(odds à hora da edição)

A equipa de Bruno Lage cresceu no seu modelo e é hoje capaz de chegar com perigo às balizas adversárias de várias formas diferentes. Seja em ataque posicional quando domina o jogo, ou mesmo em saídas em contra ataque, aquando de domínio repartido.

A entrada de Rafa pós lesão em cima de um modelo mais consolidado do que o da fase inicial aumentou os argumentos ofensivos da equipa de Lage.

Também na transição defensiva o Benfica consegue ser uma equipa capaz de reagir e recuperar de forma rápida a posse, impedindo o adversário de sair da sua retaguarda.

O modelo encarnado está consolidado e beneficia de jogadores diferenciados, e que no presente atravessam uma fase de confiança bem notória.

Das ligações de Taarabt e Weigl com o último terço, ao desequilíbrio individual de Rafa, até à forma como Pizzi e Vinícius combinam e finalizam, a dinâmica individual e colectiva do Benfica tem causado dificuldades extremas na oposição.

O Famalicão surgirá na eliminatória, previsivelmente, igual ao que tem sido ao longo de toda a temporada. Uma equipa que gosta do protagonismo com bola, que se sente confortável a dividir o jogo e que tem organização para o fazer.

O 4x3x3 com Fábio Martins a partir da ala esquerda, suportado por Pote, Uros e Gustavo Assunção no meio tem um pendor ofensivo elevado.

A matriz táctica e até o próprio estilo que João Pedro exige da sua equipa faz prever uma eliminatória com diversos lances de perigo – A forma como abre e tenta sempre impor o seu jogo, poderá ser um factor de desequilíbrio próprio, sempre que as perdas da posse encontrem Rafa Silva.

O cariz da eliminatória não aponta apenas favoritismo encarnado, mas golos em ambos os jogos e balizas. O caudal ofensivo prometido tenderá a beneficiar a equipa com maior qualidade individual.

Destaques Individuais

Rafa Silva
A forma como o Famalicão constrói poderá beneficiar o extremo do Benfica. Cada perda de posse encontrará Rafa com muito espaço e menos oposição para definir o jogo. Embora, porque tudo se defina na proximidade da partida com o FC Porto, possa também surgir Chiquinho como elemento preponderante nas costas de Vinícius

Gustavo Assunção
É o médio que terá o importante papel de estancar as investidas do Benfica quer em Organização Ofensiva, no interior do bloco defensivo do Famalicão, quer em Transição Defensiva onde encostará no segundo avançado encarnado. Da sua capacidade de recuperação e posicionamento. dependerá o equilíbrio de toda a equipa.Gustavo Assunção