Nadal está a uma vitória de se tornar o maior vencedor de Grand Slams de todos os tempos.

Nada mau para quem em setembro de 2021 foi tratado a um pé e encerrou a época: agora está na 29ª final de um major – a primeira em 19 meses.

O espanhol está empatado com o suíço Federer e o sérvio Djokovic no pamarés: os três têm 20 slams cada um.

 

 

Sexta final para Nadal

Rafael Nadal está na final do Australian Open depois de bater o italiano Matteo Berrettini 6-3, 6-2, 3-6 e 6-3.

Se vencer no domingo, Nadal isola-se no topo com 21 troféus de Grand Slams.

Contra Berrettini, Nadal dominou quase todo o jogo, bateu o número 7 do mundo e vai à SEXTA final em Melbourne.

 

 

Final com Medvedev

Daniil Medvedev é o adversário do espanhol.

O russo eliminou Stefanos Tsitsipas e sem Djokovic no torneio é o principal cabeça-de-série na Austrália.

Contra o grego, Medvedev acabou em grande um jogo que parecia difícil: 7-6 (5), 4-6, 6-4 e 6-1.

Mas antes teve um momento de má criação para com o árbitro de cadeira: chamou-lhe estúpido e disse que devia ter castigado o adversário por ter recebido instruções do treinador (que é também o pai de Tsitsipas).

 

 

Na final, Medvedev vai tentar o seu primeiro título em Melbourne, um ano depois de ter saído derrotado no jogo decisivo por… Djokovic.