Cobiçado por vários clubes (Juventus, Bayern de Munique, Borussia Dortmund ou até Real Madrid ou Barcelona), Ferrán Torres vai jogar pelo Manchester City.

Muda-se do Valência num negócio que rondará os 25 milhões de euros mais 12 por objetivos – o que, como conta a BBC Sports, cintando uma entrevista do jovem jogador ao jornalista Guillem Balagué, foi curto para as pretensões do clube espanhol (97 jogos no escalão principal, 9 golos).

Estava a terminar o contrato e agora vai com cinco anos no bolso. A ver vamos se os cumpre todos.

Extremo/avançado rápido, grande controlo de bola, abre espaços para os colegas e imprevisível no ataque – e comparado a Cristiano Ronaldo ali entre os anos no Sporting e no Manchester United (o seu ídolo).

Sexta-feira 7 agosto 20h00
Europa – Liga dos Campeões
Manchester City vs Real Madrid
1,66 – 4,25 – 4,20

 

Mas em Espanha dizem que é o novo David Silva, segundo o jornal Marca.

É assim que é definido. Nascido em Foios em 2000, muito perto do estádio Mestalla, está de malas aviadas para Inglaterra – tendo já afinado a língua inglesa – depois de ter estado sete anos em Espanha.

Até há bem pouco tempo ainda vivia com os pais, até comprar um apartamento em Valência. É o que dá ser ambição.

“Como jogador, considero-me ambicioso, alguém que quer ganhar, ganhar, ganhar. E à medida que te sentes mais preparado, queres desafios maiores e experienciar uma mudança de ambiente. Estou pronto”, confessou ao canal britânico.

 

 

Em miúdo, jogou em escalões sempre contra jogadores mais velhos – basta pensar que defrontou miúdos com 17 e 18 anos enquanto tinha 14 ou 15 anos.

Mas isso não o intimidou, tendo chegado à equipa principal do Valência quando estava a jogar pela seleção espanhola sub-17 na Índia em 2017.

Pois bem: em dezembro tornou-se no primeiro nascido nos anos 2000 a jogar na La Liga, contra o Eibar.

Mantém os mesmos quatro grandes amigos de infância e os ensinamentos do pai na hora de tratar da horta lá de casa. E tem dois cães. E uma ida para a equipa de Pep Guardiola, que este ano ficou a ver navios no campeonato inglês, porque Liverpool de Jurguen Klopp.

Agora que o City se safou da sanção imposta pela UEFA, é possivel que Torres tenha de suar mais para conseguir um lugar no plantel.