Anita Álvarez perdeu a consciência e afundou-se na piscina onde competia para a final livre da natação sincronizada dos Mundiais de Budapeste.

https://www.moosh.pt/oportunidades-extra/

O momento foi registado por uma câmara subaquática, que captou o mergulho da treinadora Andrea Fuentes para salvar a vida da sua atleta.

Álvarez, 25 anos, foi salva depois de ter desmaiado e caído para o fundo da piscina.

A nadadora norte-americana foi retirada da piscina com um quadro de exaustão.

 

Reação peremptória

Fuentes foi a primeira a reagir, saltando de imediato para a piscina.

Anita não respirava quando foi trazida à superfície, antes de ser levada para o centro médico. A equipa dos EUA emitiu um comunicado a informar que Álvarez estava a recuperar e que se sentia bem naquele momento. Fuentes coloca a hipótese de a jovem regressar à competição já na sexta-feira.

«Por vezes esquecemo-nos de que isto acontece noutros desportos de alta competição, como a maratona, o ciclismo ou o corta-mato. Todos vimos imagens em que atletas não chegam ao fim das provas e outros ajudam-nos a cortar a meta. O nosso desporto não é diferente, apenas acontece numa piscina»

 

 

Segundo acidente de Anita

Esta não foi a primeira situação do género a envolver a nadadora americana.

Anita já tinha desmaiado numa prova de qualificação para os Jogos Olímpicos, em Barcelona, em 2021. Dessa vez, foi também Andrea Fuentes a salvar a sua atleta, saltando para a piscina antes de qualquer outra pessoa.

Fuentes, vencedora de quatro medalhas olímpicas por Espanha, criticou os nadadores-salvadores no local por não estarem mais alerta.