Temos os desenhos de futebol do Mordillo e os jogos em casa da seleção da Coreia do Norte. Ambos são surreais, mas apenas um aborda o fenómeno desportivo com humor (adivinhe qual).

A seleção da Coreia do Sul aterrou em Pyongyang na segunda-feira, apenas acompanhada do seu treinador Paulo Bento, comissão técnica e dirigentes. Nem adeptos, nem jornalistas, apenas o presidente da FIFA Gianni Infantino como figura estrangeira.

O jogo, inédito, foi para a qualificaçao ao próximo Mundial de futebol em 2022. As duas equipas estão no mesmo Grupo H no apuramento da Confederação Asiática de Futebol (AFC) e com os mesmos pontos – assim ficaram depois do empate 0-0, mas para a história ficou uma das partidas mais estranhas na história do futebol.

 

Coreia vs Coreia (com Paulo Bento pelo meio)

 

Antes de voar para a capital da Coreia do Norte, os sul-coreanos tiveram que deixar os seus telemóveis na embaixada do seu país em Pequim, na China.

A conferência de imprensa de Paulo Bento, realizada na véspera da partida no estádio Kim Il-sung, ocorreu com a presença de cinco jornalistas norte-coreanos e de dois membros da Federação de Futebol da Coreira do Sul (KFA).

Estes depois tiveram que voltar ao hotel onde se hospedaram para se ligarem à net e poderem enviar um resumo do jogo à federação.

Simples, hein?!

 

 

Do jogo, apenas algumas fotos divulgadas mais tarde no site da FIFA e no da AFC, com permisão para divulgar breves informações.

Os adeptos sul-coreanos vão ter de esperar alguns dias até poderem ver as iagens do jogo. Quem sabe se o jogo inteiro.

“A Coreia do Norte prometeu dar à nossa delegação um DVD com todas as imagens do jogo antes de irmos embora”, anunciou em comunicado o ministério sul-coreano da unificação, responsável pelas relações diplomáticas com a Coreia do Norte.

Sobre o jogo?

É ver a ficha de jogo divulgada pela FIFA. A Coreia do Sul fez as suas três substituições contra duas dos seus vizinhos do Parelelo 38 e as duas seleções receberam dois cartões amarelos cada uma.

Lee Yong-Jik e Ri Un-Chol viram amarelos para a Coreia do Norte e Kim Min-Jae e Kim Young-Gwon para a Coreia do Sul.

Os do sul jogaram com 6 jogadores chamados Kim e os do Norte apenas com 2.

E é isto que temos sobre um dos jogos mais esperados da história. Para sempre ficará na memória a imagem da bandeira da Coreia do Sul hasteada no estádio Kim Il-sung.