Rodrigo Schlegel é argentino e defesa. Acabou na baliza e defendeu o penálti decisivo que colocou o Orlando City nas meias-finais da Conferência Este da MLS.

Vamos por partes.

Nani fez o 1-0 de penálti logo aos 5 minutos. Mas o New York City empatou aos 8, por Maxime Chanot. Depois a coisa estagnou até aos penáltis: 6-5 para Orlando (e aí Nani falhou o dele – que até daria logo a passagem da sua equipa).

Mas a história não é esta.

 

 

Durante os penáltis, o guarda-redes peruano Pedro Gallese foi expulso por indicação do VAR após defender um penálti.

O argentino Valentin Castellanos falhou o penálti mas o árbitro mandou repetir, alegando que Gallese se tinha adiantado, expulsando de seguida o guarda-redes com o segundo amarelo.

Não tendo mais substituições, o escolhido para ir para a baliza foi o defesa Rodrigo Schlegel.

E seria Schlegel a tornar-se o herói da partida ao defender o penálti de Benji Michel – e dar a vitória a Orlando.

 

 

Na quinta temporada na MLS, é a primeira vez que a equipa de Nova Iorque não chega às meias finais da Conferência Este.