Paulo Fonseca só pede um golo.

Sabe o que isso quer dizer. Obrigaria o Shakhtar a marcar 5.

Isto porque a Roma venceu o primeiro jogo dos oitavos-de-final da Liga Europa por 3-0.

 

Apesar de ser tudo favorável aos romanos, há muita coisa que joga contra a Roma.

A começar pela mullher de Paulo Fonseca.

«A minha esposa Cristina é ucraniana, tenho uma boa relação com a Ucrânia e com os ucranianos. Ela é adepta do Shakhtar», diz Fonseca.

Com o Shakhtar Paulo Fonseca sagrou-se tricampeão da Ucrânia (2016–17, 2017–18 e 2018–19) e a isso fez sempre uma dobradinha com a conquista de outra tantas Taças.

«Mas agora a Cristina quer que a Roma ganhe», diz ele. Nós sabemos que não se muda assim de clube.

 

Liga Europa. Quatro equipas britânicas nos quartos?

 

Reviravolta em Zagrebe

Apesar dos 3-0, Luís Castro conta (além da mulher de Paulo Fonseca) com a reviravolta de há um ano na Liga fos Campeões.

A perder 3-1 aos 89 minutos com o Dínamo em Zagrebe, o Shakhtar marcou 2 golos no descontos, empatando a partida 3-3 – crucial no final da fase de grupos para assegurar o 3º lugar e entrada na Liga Europa.

O Díamo seria 4º.

Milagre?

«Em Zagreb não foi nenhum milagre. Foi trabalho. Acontece no futebol. E eu acredito no meu trabalho. O mundo inteiro pode pensar o contrário, mas eu acredito»

OK, se Luís Castro diz cá estamos nós à espera.