United e Arsenal têm tudo para se encontrarem na final e repetirem o que City e Chelsea fizeram na Champions.

O Man City eliminou o PSG e marcou presença na final da Champions com o Chelsea, que eliminou o Real Madrid.

Na Liga Europa parece a mesma história.

Os dois resultados tornam os britânicos sérios candidatos a encontrarem-se na final de Gdansk.

 

 

 

Imperador Mourinho

Paulo Fonseca não podia atravessar por um pesadelo pior.

Chegou ao intervalo em Manchester a vencer 1-2 e parecia tudo um mar giallorossa: a elimniatória no papo e o lugar mais que seguro.

Mas o segundo tempo foi um autêntico vendaval: o United marcou 5 golos (Bruno Fernandes terminou o jogo com 2 golos e 2 assitências, o mesmo que Cavani) e sentenciou a meia-final.

Para piorar as coisas a Roma anunciaria dias mais tarde a contratação de José Mourinho para a próxima época.

 

Arsenal contra Emery

Apesar do golo alcançado fora a vida não está fácil para o Arsenal.

E o Villarreal tem um trunfo do seu lado: cham-se Unai Emery.

O treinador espanhol levou a Sevilha a vencer três veses SEGUIDAS a Liga Europa

Depois do brilharete foi convidado para ir treinar o Arsenal. Mas aí as coisas não correram bem e a aventura acabou.

Emery voltou a Espanha (e ao Villarreal) para a relançar a carreira – e ei-lo às portas de nova final da Liga Europa.

Mas antes tem de eliminar… o Arsenal.