Se for como na Champions, teremos um United-Arsenal na final da Liga Europa.

Pelo menos é o que está a ditar a primeira mão das meias-finais da Liga dos Campeões:

  • o Chelsea foi empatar a Madrid com o Real 1-1
  • o City foi a Paris vencer o PSG 1-2

E na Liga Europa?

Man United e Arsenal são favoritos na eliminatória de acesso à final de Gdansk, na Polónia.

Será que temos 4 equipas inglesas nas duas finais?

 

O primeiro (e segundo) golo de CR na Europa

Em Manchester, campeão da Liga Europa em 2017 com José Mourinho (vitória na final sobre o Ajax 2-0), a fé agora é em Bruno Fernandes.

O médio soma 17 golos e 11 assistências em 30 jogos na prova.

E o United ainda não perdeu qualquer jogo na presente edição.

«Estamos a fazer um bom percurso e a nossa meta é chegar à final. É um sonho vencer um título por este clube como treinador. A nossa ambição é vencer esta prova, pois isso é importante para a evolução da equipa. Jogos contra a Roma são sempre especiais. Lembro-me dos duelos com eles na Champions em 2007. Vencemos 7-1 na 2ª mão dos ‘quartos’ em Roma, foi uma noite mágica. Queremos fazer uma exibição como essa» Solskjaer

Nesses 7-1, Cristiano Ronaldo marcou o seu primeiro golo (e segundo) na Europa. Foi para a Champions em 2006-07 e a equipa romana saiu machucada de Old Trafford.

 

Desculpas de Solskjær

O técnico norueguês pediu desculpa aos romanos, que ficaram furiosos por este ter dito que não tinha visto ainda a Roma jogar esta época.

«Não quis desrespeitar a Roma. É um clube com uma história fantástica. Tenho até a camisola de Totti e De Rossi autografadas. Depois do sorteio, analisámos o adversário até à exaustão».

Entendido.

 

Arsenal. Experimente um mês grátis de um clube a cair na desgraça

 

Roma sofreu 9 golos nas últimas 3 visitas

Paulo fonseca quer a primeira final.

A Roma quer a primeira vitória.

Desde 2001 que os romanos não vencem em Inglaterra (8 derroas e 4 empates).

Contra o United o registo não melhora: sofreu 9 golos nas últimas 3 visitas a Old Trafford – e terminou sempre em derrota.

«Será o jogo mais importante da minha carreira na Europa. É uma grande oportunidade para o clube, cidade e jogadores. Nem todas as equipas têm a possibilidade de defrontar o United numas meias-finais» Paulo fonseca

A Roma não vai a uma final europeia há 30 anos.