A profícua campanha do Ajax na Liga dos Campeões continua a ter os contornos mais bonitos desta edição.

Quarta 20h00
Liga dos Campeões
Ajax vs Tottenham
2.00 – 3.20 – 2.80

 

 

https://www.instagram.com/p/Bw5Qi0FFSdZ/

 

É que sabe sempre bem ver um underdog a queimar etapa atrás de etapa numa liga dominada por colossos europeus que tanto investem.

PSG 178*
Manchester City 682
Manchester United 661
Liverpool 594
Barcelona 573
Real Madrid 475
Juventus 424
Bayern Munich 354
Totthenham 313
.
.
.
Ajax 95

*em milhões de euros

O baixo investimento comparativamente às restantes equipas não impediu a equipa de Ten Hag, eliminar aquelas equipas que nós já sabemos.

Oitavos de final
Ajax-Real Madrid 5-3

Quartos de final
Ajax-Juventus 3-2

Tudo isto depois de uma fase de grupos em que passou em 2.º, atrás do Bayern e à frente do Benfica.

Grupo E
1.º Bayern 14 
2.º Ajax 12 
3.º Benfica 7 
4.º AEK 0 

Se durante esse período ninguém antecipava que o Ajax conseguisse apresentar este nível de futebol – exibições contra o Benfica não foram de todo surpreendentes -, a verdade é que conseguiram mesmo ultrapassar duas das principais equipas favoritas à conquista do tão desejado troféu: o atual tricampeão europeu Real Madrid e a Juventus de Cristiano Ronaldo.

Conseguiram e bem.

A qualidade dos bebés do Ajax é tão grande que já meio mundo anda atrás deles. Frankie já está confirmado no Barcelona, agora as últimas notícias apontam também para van de Beek no PSG. Isto para não falar em De Ligt que anda também com meio mundo atrás dele.

Mas este assédio todo não tem comprometido o nível exibicional. Desta vez foi o Tottenham a presenciar o valor deste Ajax.

 

 

O golo solitário de Van de Beek foi suficiente para os holandeses saírem de Londres com uma vitória no bolso.

 

 

Mas nesta fase já não é surpresa para ninguém. Os putos são mesmo bons. Não há cá golpes de sorte, jogos de uma vida, e jogadores a praticarem o melhor futebol das suas vidas. Não são um Leicester, com todo o respeito.

É que esta criançada ainda agora começou. Ainda têm muito para mostrar.

Quanto ao jogo, o Tottenham sentiu (e de que maneira!) as ausências de Kane e Son, os goleadores de serviço. Com Llorente na frente, a única esperança para os Spurs foi através das bolas paradas e no jogo direto à procura do avançado espanhol.

Mas nada feito.

O baby Ajax foi superior e os jogadores voltaram a mostrar uma química impressionante. Ficou até a ideia de que poderiam ter marcado mais golos, principalmente após o domínio da primeira parte.

 

https://twitter.com/SpaceHalf/status/1123371212141465600

 

Agora trazem o jogo para casa e a vantagem não é assim tão confortável. Mas olhando apenas para a forma como se apresentaram neste jogo não há razão para não acreditar nas fortes possibilidades de chegarem à final de Madrid.

Para o Tottenham da próxima haverá Son e os adeptos dos Spurs estarão a fazer figas para que o salvador Kane possa voltar de lesão (improvável).

O jogo ficou ainda marcado pela lesão arrepiante de Jan Vertonghen após uma cabeçada em Alderweireld.

A partida esteve parada, Vertonghen ainda entrou, mas as marcas eram de tal maneira visíveis que acabou mesmo por abandonar o encontro e deve mesmo falhar o próximo encontro com o Bournemouth.

 

 

Quanto ao resultado Pochettino obviamente não ficou nada satisfeito e quem o diz é Lucas Moura.

«Were voices raised? Yes, you know Mauricio. He loves to touch our minds and to motivate, he is so good at this»

Resta apenas saber se a motivação chegará para dar a volta à eliminatória frente a este Ajax…em Amesterdão.

Tottenham pela primeira vez numa final da Champions ou Ajax 23 anos depois? Aguardem uma semanita. Vá, não falta assim tanto…