Parece estranho, mas não é. Radamel Falcão está devolta à La liga aos 35 anos.

E não é para jogar nem pelo Real Madrid, nem pelo Barcelona ou pelo seu Atlético de Madrid.

É sim pelo recém promovido Rayo Vallecano, equipa pela qual já anda a fazer golos em pouco mais de 10 minutos e tudo.

Foi ele o responsável pela vitória do Rayo em Bilbau – com um golo nos descontos a fazer o 1-2.

 

 

  • 42 minutos jogados
  • 2 golos em 2 jogos

Parecia impossível que um avançado com a qualidade do colombiano – não se esqueça que foi dos melhores do FC Porto e ainda andou pelo Manchester United ou Chelsea – pudesse estar na mesma equipa de Bebé. Mas está.

 

Foi grátis

Melhor: veio de borla.

O presidente do emblema espanhol comparou-o a Pelé, mesmo que isso seja incomparável, parece ter tido um certo efeito nos adeptos.

Depois, há ainda outros fatores que em nada faziam antever que esta jogada de mercado fosse possível.

 

 

O Galatasaray não o quis, as lesões que tem enfrentado (e com a “velhice” a bater à porta) têm-no chateado e muito, e o treinador do Rayo, Andoni Iraola, também não o tinha pedido – nem teve grande voto na matéria.

“Não houve tempo para dar opinião”, disse, citado pelo The Guardian. Pois bem, só que Falcão quer estar no Mundial de 2022 e o clube espanhol precisava de um avançado.

 

Golos é com ele

E agora que já fez o primeiro pelo novo emblema, nada o impede de repetir números de golos que já fez anteriormente.

24 na liga logo na primeira época, 28 na segunda.

Ganhou mais uma Liga Europa (e seguida, depois da que foi conquistada pelos dragões) e agora tem por missão ajudar um plantel que atravessou um autêntico cabo das tormentas (ou milagre, se quiser) para estar no escalão principal de futebol em Espanha.

Conta o jornal inglês que havia pouca ou nenhuma esperança que pudessem evitar a despromoção quanto mais estar na La Liga.

 

 

Nenhum dinheiro para gastar, disputas por causa de bilhetes de época, um ou outro diretor demitiu-se e pedidos para o presidente Presa se demitir.

Pior mesmo só quando este presidente convidou Santiago Abasacal, líder do partido de extrema direita Vox, para ver um jogo no estádio do Rayo.

Os fãs responderam com isto: voltaram no dia seguinte para limpar as instalações.

 

Contra o presidente

Parece-me que Falcão nunca vai ficar a saber desta parte. Foi recebido por 2,5 mil fãs, que ainda arranjaram voz para pedir a saída do presidente.

Dizem agora que é o melhor marcador nos últimos 25 anos.

 

 

A verdade é que o primeiro está feito, oito anos depois desde a última vez que marcou em Espanha, diante do Barcelona.

O Tigre está de volta, senhoras e senhores.