Benfica e Sporting estão separados por 1 ponto (31-32).

O Porto é co-líder com o Sporting e vai a Portimão.

Quem sai vivo desta sexta-feira?

 

Bola corrida vs bola parada

O dérbi da Luz opões dois estilos diferentes (além de várias baixas).

O Benfica marca mais em lances de cruzamentos, o Sporting domina nos golos de cabeça.

Sem Coates (e Palhinha) perde-se um pouco o fulgor das bolas paradas na equipa de Amorim.

Dos 19 golos marcados pelo Sporting na Liga, quase metade (8) nasceram de lances de bola parada: 42,1%.

Uma percentagem muito superior à da equipa de Jorge Jesus: dos 34 golos que leva no campeonato apenas 5 foram de bola parada: 14,7%.

Tirando os penáltis, o Sporting continua por cima do Benfica: 31,6% dos golos em bolas paradas contra 11,8 do rival.

 

As 12 jornadas 

Na análise de todos os golos apontados por Benfica e Sporting nas 12 jornadas do campeonato o leão continua mais forte.

Os sportinguistas somam 6 golos em finalizações pelo ar (31,6% contra apenas 17,7% do Benfica).

Na Luz defrontam-se a melhor defesa (Sporting, com quatro golos consentidos) e o melhor ataque (Benfica, com 34 golos).

 

Cruzamentos

Tantos águias como leões usam os cruzamentos para chegar ao golo: com ligeira vantagem para o Sporting.

Nos 11 golos apontados em bola corrida, seis deles (54,5%) foram através de cruzamentos.

Já o Benfica, o registo também é positivo, com 14 dos 29 golos em bolas corridas a surgirem dos cruzamentos (48,3%).