A fase decisiva da Liga das Nações arranca hoje com o Portugal-Suíça, o primeiro jogo da final 4 (a outra meia final é no dia seguinte entre a Inglaterra e a Holanda) que se disputa no Porto e em Guimarães.

Entre as estrelas consagradas e os putos a despertar, eis os figurões desta fase final da prova que começou em setembro do ano passado.

 

Bernardo Silva, João Félix e Cristiano Ronaldo

Joao Félix numa sessão de treino da seleção

 

O triunvirato português tem qualidade para criar e finalizar. Promessas de golos e chegada ao último terço em constantes associações.

 

Quarta 19h45
Meia final Liga das Nações
Portugal vs Suíça
1.54 – 3.35 – 4.95

 

Kane, Sancho e Sterling

Harry Kane e Jadon Sancho durante um jogo de Inglaterra

 

Velocidade, drible, definição e finalização. O trio atacante da Inglaterra é um quebra cabeças para qualquer adversário, e se deverá ser no seu ataque rápido que a equipa de Southgate procurará chegar ao triunfo na prova, muito do sucesso passará por este trio.

 

Shaqiri e Akanji

 

O potente avançado do Liverpool é a figura maior da Suíça. Recebe em zonas de criação, acelera o jogo e ainda finaliza.

Já Akanji, com menos notoriedade pela posição que ocupa, é um central bastante sóbrio no momento defensivo, e com qualidade em posse. Dos seus pés saem os ataques mais prometedores da equipa helvética.

 

De Jong, Wijnaldum e Depay

Frenkie de Jong com Matthijs de Ligt a tirar uma selfie

 

Os dois médios são um misto de características determinantes no futebol moderno. Grande agressividade defensiva que lhes permite condicionar desde logo todo o jogo dos adversários, mas também pensamento, decisão e definição com bola.

São autênticas chaves tácticas quando se trata de decidir toadas das partidas. Depay é o homem golo da laranja. Poderoso fisicamente e de finalização fácil, tem condições para detonar as balizas adversárias a cada contra ataque da equipa de Koeman.