Messi e Maradona. Todos os dias há comparações, vídeos que dão conta das suas fintas, golos, dribles, passes, assistências. É raro vê-los juntos. Um sucede ao outro. São eras diferentes – a uni-los há muitas coisas, entre elas a Argentina e o Barcelona.

O capitão do Barça pisa hoje pela primeira vez o estádio de San Paolo, palco que foi de Maradona, num duelo também ele inédito na Liga dos Campeões entre o Nápoles e o Barcelona.

Maradona foi campeão mundial em 1986, levou o Nápoles a dois scudetto e à conquista de uma Taça UEFA – falhou a Liga dos Campeões. Messi venceu tudo com o Barcelona, procura uma quinta Champions, mas falhou com a Argentina a conquista de um Campeonato do Mundo.

É neste clima que Nápoles recebe Messi. É também a estreia de Quique Setién na prova mais importante de todas.

Hoje 20h00
Liga dos Campeões
Nápoles vs Barcelona
3,10 – 3,35 – 2,20

Marcador – A qualquer momento
Lionel Messi – 2,00

 

 

Os italianos chegam a esta partida depois de terminarem a fase de grupos em segundo lugar, com 12 pontos, 3 vitórias e três derrotas. Conseguiram parar os actuais campeões em título, os ingleses do Liverpool, ao ganharem em casa por 2-0 e empatarem em Anfield a uma bola.

Agora segue-se o mais difícil, já entre os 16 melhores da Europa, o próximo objectivo é chegar aos quartos de final, mas pela frente têm o Barcelona de Leonel Messi que fará de tudo para não ficar pelo caminho.

Grupo E
1º Liverpool 13
2º Nápoles 12
3º Salzburgo 7
4º Genk 1

 

 

Para Gattuso o Barcelona é uma das melhores equipas do mundo, que jogam a um nível de outro planeta, mas dentro de campo não há lugar para ter medo ou hesitar.

Se o Nápoles jogar de forma unida, com consistência e seguir o que trabalharam na preparação do jogo terão a oportunidade de fazer um bom resultado e conseguir os 3 pontos.

A equipa tem de ter calma e quando tiverem a oportunidade, mostrarem de que fibra são feitos para causarem o pânico à baliza dos catalães.

Quanto a Leonel Messi é um jogador fantástico, dos melhores de todos os tempos, um exemplo para as novas gerações, mas não é o único que precisa de atenção e 7 olhos em cima. A equipa inteira é muito perigosa e cria muito perigo à baliza dos adversários, um erro pode ser fatal.

Este fim de semana para a Liga Italiana ganharam em casa do Brescia por 1-2 e ocupam o 6º lugar da tabela.

Grupo F
1º Barcelona 14
2º Dortmund 10
3º Inter 7
4º Slavia Praga 2

 

 

O Barcelona fez as malinhas e rumou a Itália para defrontar os italianos nos oitavos. Na fase de grupos ficaram em 1º lugar com 14 pontos, 4 vitórias e 2 empates foram os resultados alcançados.

Agora é a estreia do treinador por competições europeias, Quique Setién vai mostrar se está ao nível dos melhores da Europa.

«No cabe duda de que es mi primer partido de Champions y tiene una motivación. Es emotivo para mí empezar este periplo en un estadio como este, lleno de pasión e historia. Creo que va a ser un partido apasionante. No hay mejor escenario para un comienzo»

 

 

Para o técnico, o encontro vai ser muito complicado, considera o Nápoles uma excelente equipa que já mostrou que era capaz de derrotar os melhores dos melhores.

Os catalães chegam a esta partida numa excelente fase, com 3 vitórias seguidas na La Liga, sendo que a vitória frente ao Eibar por 5-0 permitiu à equipa voltar ao primeiro lugar do campeonato, aproveitando a derrota do Real Madrid com o Levante por 1-0.

La Liga
1º Barcelona 55

2º Real Madrid 53
3º Atléitco de Madrid 43
4º Sevilha 43
5º Getafe 42
6º Real Sociedad 40

Lionel Messi marcou 4 dos 5 golos do Barcelona e mostrou que está pronto para as curvas, é o melhor marcador da Liga Espanhola com 18 golos e 12 assistências.

 

 

A idade não passa pelo argentino :p

«Leo es un grandísimo futbolista, que lleva 14 y 15 años haciendo lo que hace todos los partidos. Esta es la diferencia que yo veo. No hemos visto un futbolista con tantísima continuidad como la que tiene Leo. También disfruté mucho con Maradona, con Cruyff. Ellos son los que nos hicieron amar este deporte»