Este é, provavelmente, o jogo mais desequilibrado dos quartos-de-final.

Ainda que o Lyon tenha realizado, até aqui, uma bela campanha na liga milionária – terá tido uma mãozinha pela triste prestação do Benfica? – não chega para este City.

 

OK que o Lyon eliminou a Juventus nos oitavos-de-final, e, recentemente, obrigou o PSG a disputar a final da Taça da Liga de França até aos pontapés de grande penalidade, mas não parece ter andamento para a equipa de Guardiola.

Depois de uma Premier League onde os argumentos não chegaram para bater um super Liverpool, as baterias viram-se todas para a Liga dos Campeões.

Se voltasse a ser feita a pergunta de quem seria o favorito às tais 100 pessoas interessadas, talvez o City fosse o segundo nome mais apontado (o primeiro é o Bayern, lembra-se?).

E isso não acontece em vão. Quem tem Kevin de Bruyne, quem tem Raheem Sterling, quem tem tudo isto e muito mais, pode vencer qualquer equipa.

Até porque na ronda anterior o City despachou o Real Madrid com duas vitórias (1-2 e 2-1). Parece fácil.

Sugestão de aposta:
Vitória de Man City e mais 3,5 golos