Valdano meets Guardiola. A antiga glória argentina (o termo glória é subjetivo aqui) tem um programa de entrevistas – Universo Valdano – e passam pelo seu crivo várias glórias (aqui o termo glórias é objetivo).

Agora foi a vez de Guardiola.

 

 

Isto é notícia porque é raro vermos uma entrevista de Guardiola. Afinal, foi ele que disse uma vez que não dava entrevistas porque um jornal local tem tanto direito a ter uma (entrevista) quanto um jornal nacional ou de escala internacional. Por isso, só conferências de imprensa.

Bem dito. Esta a Valdano foi uma exceção.

“Eu vou acabar onde comecei. Os meus últimos passos serão na cantera, oxalá seja na do Barça”, confessou o treinador do Manchester City na entrevista que será emitida esta quinta-feira.

Ainda aogra começou – tão novo que ele é (47 anos) – e já sabe onde vai acabar a carreira.

“Ainda agora começou” também é uma força de expressão. Apesar de novo (relembramos que é de 1971) já leva uns anos disto, mais de dez vá: começou no Barcelona B em 2007, depois a glória no Barcelona (2008-12), pefume no Bayern (2013-16) e agora o charme no Manchester City.