Terça 12 março 20h00
Liga dos Campeões
Juventus vs Atlético Madrid
1.64 – 3.35 – 4.80

Estamos no início de março e o Real Madrid já não tem mais nada para fazer. Em seis dias, a equipa de Solari disse adeus a tudo:

  • Está fora da Liga dos Campeões (eliminado nos oitavos de final pelo Ajax 3-5)
  • Está fora da Copa do Rei (eliminado nas meias finais pelo Barcelona 1-4)
  • Está fora da Liga espanhola (é 3.º a 12 pontos do Barça)

Nada fazia prever que o campeão em título (e vencedor 3 vezes seguidas) caísse com este estrondo da Champions.

    

Se calhar não é bem assim se estivéssemos atentos aos resultados – 7 goleadas sofridas em 7 meses:

Atlético 2-4
Sevilha 3-0
Barcelona 5-1
Eibar 3-0
CSKA 0-3
Barça 0-3
Ajax 1-4

E perder 4 jogos seguidos no Bernabéu são registos de quando Carlos Queiroz andou por lá – há 15 anos (0-3 Osasuna, 1-2 Barcelona, 2-3 Mallorca y 1-4 Real Sociedad).

Girona 1-2
Barcelona 0-3
Barcelona 0-1
Ajax 1-4

 

 

 

 

Apenas 8 equipas conseguiram marcar 3 ou mais golos ao Real Madrid no Bernabéu em jogos das provas europeias:

2019 Ajax [1-4]
2018 CSKA Moscovo [0-3]
2018 Juventus [1-3]
2015 Schalke [3-4]
2009 Milan [2-3]
2000 Bayern [2-4]
1991 Spartak Moscovo [1-3]
1969 Standard Liège [2-3]

 

O Real terminou a fase de grupos em primeiro. Mas antes, no último jogo a meio de dezembro sofreu a mais pesada derrota de sempre em casa: foi com o CSKA 0-3.

 

CSKAbazada

 

Não fez mossa a nenhum deles – os espanhóis seguiram para a fase seguinte e os russos foram últimos atrás de Real, Roma e Plzen).

O que ninguém esperava era ver esse recorde negativo batido logo no jogo seguinte no Bernabéu.

Ajax limpa mais branco

Depois de ir a Amesterdão vencer 1-2 parecia que a eliminatória estava resolvida para os madridistas – e os quartos de final logo ali à espera.

Só que o Ajax não só deu a volta ao resultado e à eliminatória, como o fez infligindo a maior derrota da história, superando o 0-3 dos moscovitas: 1-4.

 

https://twitter.com/ChampionsLeague/status/1103067760526008322

 

Tudo começou no capitão. Sérgio Ramos forçou o amarelo para ficar limpo para os quartos de final. E fez mal.

Sem Ramos na equipa é isto que acontece:

Madrid 1-3 Juve
CSKA 1-0 Madrid
Madrid 0-3 CSKA
Madrid 1-4 Ajax

(os últimos 4 jogos do Real na Champions sem o central espanhol)

A glória a quem ela merece. E essa é toda para o Ajax.