Paris Saint-Germain (PSG para os amigos) e Stade Rennais (Rennes para os mais chegados) jogam a Supertaça de França, repetindo a final da Taça da época passada.

Em França não lhe chamam Supertaça mas qualquer coisa muito mais pomposa como Trophée des Champions (o que até acaba por fazer mais sentido se pensarmos na causa e nos lembrarmos do artigo do Paiva sobre o nome da Supertaça portuguesa).

E como a ideia é fazer algum dinheiro o jogo entre PSG e Rennes disputa-se… na China.

Para muitos a questão poderá andar à volta disto: por quantos golos de diferença é que o Paris Saint-Germain vai vencer o jogo?

Em França, neste momento tudo parece fácil para os parisienses – há seis anos seguidos que vencem o Troféu dos Campeões.

A verdade é que enfrentam a equipa que na época passada os derrotou na final da Taça, o Stade Rennais (Rennes para os mais chegados, lembramse?).

Serão os outsiders capazes de surpreender os gigantes franceses… outra vez?

Sábado 12h30
Trophée des Champions
PSG vs Rennes
1.21 – 5.30 – 7.25

Parece impossível acreditar que neste momento alguma equipa em França consiga fazer frente ao PSG.

A diferença de qualidade é tão grande que nem nas mais longínquas cogitações parece ser possível haver outro vencedor de qualquer competição em França.

Será mesmo assim?

O adversário do Paris Saint-Germain para esta Supertaça deve discordar.

É que para chegar aqui teve que vencer a Taça de França e exatamente frente ao PSG.

Mas já lá vamos.

A temporada que passou não foi propriamente das mais felizes para os lados de Paris.

Apesar do domínio avassalador na liga (16 pontos de diferença para o segundo, o Lille), apenas conseguiram conquistar mais uma competição nessa época (precisamente a Supertaça francesa).
E a Liga dos Campeões continua a faltar.

A conquista dessa Supertaça, com o pomposo nome de Trophée des Champions, deu-lhes a sexta vitória consecutiva na prova, desta vez à custa do Mónaco, goleado por 4-0.

 

 

Quanto às restantes competições, foram eliminados da Taça da Liga precocemente frente ao Guingamp, por 2-1, e na Taça de França frente ao Stade de Rennais foram eliminados nos penálties depois do 2-2 no tempo regulamentar.

E este jogo foi mais uma das demonstrações daquilo que foi o PSG na temporada passada.

A complacência em demasia paga-se caro.
Depois de irem com uma vantagem de dois golos para o segundo tempo, deixaram-se empatar, Mbappé ainda foi expulso e o resto foi história para o Rennais que conseguiram assim o seu terceiro título na prova.

 

 

É que já no campeonato, apesar de se saber que mais cedo ou mais tarde as contas iriam ficar definitivamente fechadas (e ficaram) a verdade é que tardou em acontecer.

 

Falta um bocadinho assim

 

Primeiro com pesada derrota frente ao Lille por 5-0 e depois na jornada seguinte com mais uma derrota desta feita contra o Nante, por 3-2.

A isso se chama tirar o pé do acelerador.

Face àquilo que se sucedeu na época transata, o PSG já sabe que tirar o pé do acelerador frente a esta equipa do Rennes pode custar caro.

Com uma vitória na Supertaça em território chinês o Paris Saint-Germain pode tornar-se definitivamente o líder da competição, em títulos.

Trophée des Champions
Títulos
Lyon 8
Paris Saint-Germain 8
Reims 5
Saint-Étienne 5
.
.
.
Rennes 1

Já o Rennes, apenas conta com uma vitória na prova e no longínquo ano de 1971.

Uma coisa é certa à entrada para este jogo: Neymar não jogará.

Depois da agressão a um adepto registada já depois do jogo da final da Taça Francesa, ficou suspenso por três jogos e não joga a Supertaça.

 

 

O futuro do brasileiro também é incerto.

Para além dos rumores de transferências faltou também ao primeiro treino no regresso aos trabalhos com o PSG.

Nada fácil a relação entre o clube e o jogador.

Mas sem Neymar ou com Neymar é inegável o favoritismo dos parisienses.

Resta saber se a sede de vingança poderá atrapalhar a vitória.

There’s definitely a little bit of revenge in the air for the team. The new season is starting and losing to Rennes in the Coupe de France final hurt us. For me it is a new season and we’ll give everything in order to try to win the trophy. Mbappé

E também se o Rennes terá a capacidade de repetir a proeza da taça.