A Liga das Nações já lá vai – e as seleções também. É hora dos clubes voltarem à ação.

A França limpou a final com a Espanha com um golo altamente duvidoso. Mbappé quem mais?!?

O avançado do PSG aproveitou um fiscal-de-linha e um VAR com dúvidas para enfiar a bola dentro da baliza de Simón Unai: 2-1 e não se fala mais nisso.

E com isto Dechamps juntou a Liga das Nações ao Mundial conquistado em 2018.

 

E tudo a França levou (a Liga das Nações depois do Mundial)

 

A fase de qualificações ao pŕoximo Mundial também parou – tem uma pausa até novembro.

Um mês portanto.

Ficaram poucas coisas definidas – apenas a Dinamarca se juntou à Alemanha e ao (Catar, este como anfitrião) às únicas seleções até agora apuradas.

A dois jogos do final da fase europeia e ainda há muita coisa para decidir: há até 4 seleções favoritas com um final bastante indefinido.

 

Há 4 seleções favoritas em risco para o Catar

 

E depois há Portugal.

A vitória sobre o Luxemburgo deixou a equipa de Fernando Santos com um pé e meio no Catar 2022.

Uma goleada das antigas com os golos do do costume (e mais de Bruno Fernandes e Palhinha).

Restam dois jogos à seleção – na Irlanda e com a Bósnia em casa. Vamos?

 

Portugal goleou e abriu as portas do Mundial 2022

 

Ronaldo não pára

Param as seleções, arrancam os clubes.

Em Inglaterra, o Man United quer aproveitar a forma de Ronaldo para ir a Leicester buscar uma vitória.

O português ultrapassou a fasquia dos 800 golos na carreira e diz estar pronto para mais.

 

As experiências de Soljkaer não resultaram muito bem com o português no banco contra o West Ham – e os red devils acabaram eliminados da Taç da Liga 0-1.

O mesmo aconteceu com o Aston Villa (0-1) e o Everton (1-1). Tudo seguido, tudo em Old Trafford. É o regresso às vitórias?

 

O inferno de Mourinho

Mourinho recebe os seus jogadores das seleções para enfrentar um terrível calendário.

Terá que enfrentar o líder da Serie A, o segundo classifcado e a Juventus até ao fim deste mês:

  • Juventus este domingo para a jornada 8
  • Milan jornada 9
  • Nápoles jornada 11

E esta hein?!?

A seis pontos do líder Nápoles (21 pontos dos napolitanos para 15 dos romanos) e a 4 do Milan, José Mourinho não pode vacilar na deslocação a Turim (8º com 11 pontos).

 

Agüero de volta

Depois da tempestade (e estamos a ser amigos ao chamar tempestade ao que está a acontecer em Camp Nou) começam a vir alguns sinais de bonança.

A recuperação de Agüero é um deles.

O argentino foi contratado este verão e ainda não jogou. Já está pronto. Vai a jogo com o Valência.

 

Uma criança (pediu desculpa a Messi), a rainha Dinamarca e o Newcastle campeão (em 10 anos)