Sente-se, agarre no comando da tv e pegue no telemóvel: digite www.moosh.pt.

Está agora pronto para mais um grande fim-de-semana desportivo.

Itália e Inlgaterra vão ferver com dois dérbis de cortar o fôlego e há ainda uma reedição da final da Liga dos Campeões da época passada.

Mas há mais… muito mais. Pronto?

 

Vingança do City?

Em vez de ser no Porto agora o palco da “final” é em Stamford Bridge – Chelsea e Man City defrontam-se na 6ª jornada da Premier League.

Em maio venceu o Chelsea 1-0 e arrecadou o troféu de campeão europeu.

Foi a segunda vez que a taça aterrou em Stamford Bridge (a primeira tinha sido em 2012 pelas mãos de Di Matteo).

 

N’Golo de Havertz na festa de Kanté (e do Chelsea)

 

O City continua com as vitrines vazias… E impediu Guradiola de voltar a erguer o troféu depois de 2011 (com o Barcelona).

O Chelsea é favorito desta vez: é líder da Premier League (13 pontos contra 10 do City) e joga em casa.

Tuchel continua a ser um osso duro de roer para Guardiola.

 

 

3-0 para Tuchel

Desde que o alemão chegou ao banco dos Blues, a equipa londrina tornou-se um obstáculo para os Citizens – e pricipalmente para Pep Guardiola.

O espanhol estava habituado a ter vida fácil contra os treinadores dos Big Six.

Tuchel leva 3 vitórias seguidas contra Guardiola desde que está em Stamford Bridge: o alemão pode mesmo conseguir algo raro – tornar-se o treinador com mais vitórias do que derrotas em duelos com Guardiola.

 

 

Outro dérbi londrino

Sem sair de Londres vamos para um dérbi antigo e escaldante: Arsenal-Tottenham.

Há uma semana os Spurs enfrentaram o Chelsea e a equipa de Nuno Espírito Santo foi derrotada a toda a linha: 0-3.

Agora é a vez do Tottenham receber o Arsenal, outro arqui-inimigo londrino mas este bem mais acessível que o Chelsea.

Os gunners têm apenas 2 vitórias e são 13ºs – mas a apenas 3 pontos dos Spurs, 7ºs com 9 pontos.

 

 

Mourinho no furacão de Roma

Em Itália temos o dérbi mais quente da cidade de Roma.

A Roma de Mourinho enfrenta a Lazio de Sarri. Promete…

Tirando o Nápoles, líder sem ter perdido nenhum ponto nas 5 jornadas, todos os outros já perderam pontos.

Inter e Milan tem 13 pontos: segue-se a Roma com 12.

A Lazio aparece em 7º com 8 pontos – mas conta outra vez com o melhor marcador da Série A: Ciro Immobile com 6 golos.

Os lazziale empataram o último encontro com o Torino enquanto os giallorossi venceram a Udinese.