O dérbi na Luz não vai ser a feijões.

 

Apesar de o campeão já estar decidido o segundo lugar ainda está em aberto.

É aí que o Benfica vai querer entrar na luta: está a 4 pontos do Porto e ainda pensa na entrada direta na Champions.

O Porto vai a Vila do Conde tentar carimbar a vice-liderança (uma vitória dará o segundo posto aos portistas).

 

O que é que Rúben Amorim tem? Afinal, tem mesmo tudo

 

Invictus

Mas há outra coisa no horizonte da equipa de Jorge Jesus: impedir que Rúben Amorim termine o campeonato sem derrotas.

O treinador já bateu o recorde de invencibilidade na Liga – leva 32 jornadas sem derrotas.

Ultrapassou as 30 rondas sem perder de 3 técnicos também eles campeões:

  • Jimmy Hagan (no Benfica em 1972-73)
  • Villas-Boas (no Porto em 2010-11)
  • e Vítor Pereira (no Porto em 2012-13)

Mas aqui os campeonatos terminavam à 30ª jornada.

Houve só um técnico a terminar o campeonato invicto e a não conseguir sagrar-se campeão:

  • foi John Mortimore em 1977-78 (o britânico do Benfica ficou em segundo atrás do Porto – Pedroto acabou com uma derrota – com os mesmos 51 pontos mas derrotado pela diferença de golos – 15)

 

 

Luta pelo melhor marcador

Há ainda a luta pelo melhor marcador do campeonato.

Pote e Seferovic têm os dois 18 golos – e o dérbi pode ajudar a desempatar a luta entre o português e o suíço.

 

Suavecito para arriba

 

Atlético pode ser campeão

Chegámos à penúltima jornada da La Liga. E o Atlético pode ser já campeão.

Basta o Atleti ganhar ao Osasuna em casa e esperar que à mesma hora o Real não ganhe em Bilbau.

Já esteve mais longe o sonho do 11º título (o último foi em 2014).

 

 

O Atlético é quase campeão (não é Real?)

 

O Barça corre por fora mas também como o Real também pode ser campeão. Os catalães têm de vencer o Celta em Camp Nou e… esperar pelos outros.

O mesmo é válido para o ainda mais distante Sevilha, que ainda acredita num milagre.

Se o Atlético perder ou não ganhar as contas ficam adiadas para a derradeira ronda do campeonato.

Aguenta coração.

 

Feeling down: Elche e o Huesca, Sheffield e o WBA, Crotone e o Parma

 

A final mais antiga do mundo

Em Inglaterra a Premier League voltou ao bolso de Guardiola – venceu o 3º título em quatro anos.

Estamos a falar do City, que ainda tem a final da Champions para poder fazer a tripla: os Citizens já venceram a Taça da Liga.

A dobradinha já está e foi festejada. Falta a sobremesa?

 

Obrigado Söyüncü, o City agradece e festeja (o 7º título)

 

O Chelsea eliminou o City nas meias-finais da Taça de Inglaterra.

Os Blues vão agora disputar a final com o Leicester.

Estamos a falar da Taça mais antiga do mundo. E uma das mais desejadas.

Caso vença, a equipa de Tuchel pode tentar a dobradinha com a Champions (onde irá defrontar no Dragão o City de Guardiola).

O Leicester tenta a primeira conquista na prova, o Chelsea a oitava.

 

Juventus-Inter

Com tanto golo de Ronaldo (marcou o 100º pela Juve) a Velha Senhora ainda pode ter alguma esperança de atingir os lugares da Champions.

 

O golo centenário de Ronaldo

 

Mas o próximo jogo da equpa de Turim é a doer.

  • 1º Inter 88
  • 2º Atalanta 75 
  • 3º Milan 75
  • 4º Nápoles 73
  • 5º Juventus 72  
  • 6º Lazio 67 (menos 1 jogo)

A proxima jornada – a penúltima – é frente ao já campeão Inter. E a coisa promete não ser fácil.

Ainda tem a Lazio à perna e com menos um jogo. A Lazio enfrenta a Roma no dérbi da capital e não tira os olhos na entrada direta na Liga Europa.

Nos restantes jogos a luta vai ser até ao fim:

Em que ficamos?

 

A saída de Buffon, Ajax derrete título e Van Djik fora do Euro 2021

 

Agenda na Moosh:

Sábado 15 de maio

Domingo 16 de maio