Todos ouvimos a canção até à exaustão.

https://news.moosh.pt/futebol/a-moosh-mudou-muda-connosco/

E com ela nada de títulos.

Football’s coming home. Muito futebol, mas nada de títulos. Até agora, finalmente a Inglaterra campeã.

Agradeçam a Kelly e à seleção inglesa feminina.

It’s coming home
It’s coming home
It’s coming
Football’s coming home (we’ll go getting bad results)

com 17,4 milhões de pessoas a assistir à final (superou as 11 milhões da meia-final do mundial de 2019 contra os eua). teve também a maior audiência de 2022 na TV britânica

Seca desde 1996

O lema surgiu em 1996, voltou em 2006 e ficou ainda mais forte no Mundial de 2018.

A Ingkletarra (seleção masculina) foi até à meia-final (algo que não acontecia desde 1990) e deixou um país à beira do colapso nervos.

Os ingleses estavam sem um título desde 1966.

 

A Alemanha é Popp (e está na final de Wembley… com a Inglaterra)

 

Euro, final e Wembley

Veio o Euro em 2021 e uma final no estádio de Wembley, em Londres – com a Inglaterra lá.

Nada feito: novo desaire.

Three Lions on a shirt (it’s coming home, it’s coming)
Jules Rimet still gleaming (football’s coming home, it’s coming home)
Thirty years of hurt (it’s coming home, it’s coming)
Never stopped me dreaming (football’s coming home)
Three Lions on a shirt
No final foi para Roma.

 

Inglaterra, de derrota em derrota até…?

 

Finalmente o título (e com recorde)

31 de julho de 2022 o futebol “voltou para casa”.

Só que pelos pés delas.

As mulheres colocaram o futebol inglês no topo 56 anos.

Com um público recorde num Europeu (independentemente do género): 87192 pessoas em Wembley.

(What a save, Gordon Banks!
(Good old England, England that couldn’t play football)
(England have got it in the bag)
I know that was then but it could be again
It’s coming home