Primeiro há Portugal e a história-de-não-vencer-o-primeiro-jogo.

Entre qualificação para o Euro 2016, o próprio do Euro 2016, a qualificação para o Mundial de 2018, o Mundial de 2018 e a qualificação para o Euro 2020, vão cinco tropeções ao primeiro jogo.

É muita tropeção.

Tirando isso, houve momentos espectaculares na jornada de estreia na qualificação ao euro 2020.

 

Grupo A

Esqueçam mortais dete mundo, o planeta pertence a Sancho e a Sterling (com algum espaço para Kane).

 

 

Três golos do avançado do Man CIty e assistências diabólicas do criativo do Dortmund e as pitadas do costume do ponta de lança do Tottenham. É isto que temos e vivemos bem assim (se não formos checos).

Esta vitória deixa os ingleses muito bem lançados.

Grupo C (o Grupo B é o de Portugal e já dissemos tudo o que havia para dizer)

Primeiro Gnabry, que não teve consciência que Van Dijk tem família. Esse mesmo, considerado o melhor central do mundo – deixou Liverpool para levar uma coça em Amesterdão.

A Alemanha venceu 2-3 e deixou bem claro que a renovação feita por Löw parece estar a correr bem. O selecionador alemão despachou Müller, Hummels e Boateng.

 

https://twitter.com/FootbaII_HQ/status/1109914243132997633

 

«Van Dijk é um grande defesa, o melhor neste momento na minha opinião. Primeiro tentei passar por ele pelo lado de fora antes de entrar e depois consegui fazer encaixar bem a bola no canto superior». Serge Gnabry

 

O que faz com que os alemães tenham ido a casa de um rival direto mostrar quem manda. Mas para já no grupo são os norte irlandeses quem lideram.

Grupo E

Vice-campeão do mundo ao fundo (ainda se recorda que os croatas foram à final do Mundial da Rússia?).

Estamos a falar da Croácia, que depois do triunfo no primeiro jogo (com o Azerbaijão), espalhou-se na viagem a Budapeste. 2-0 e colocou os húngaros na corrida ao Europeu.

 

 

Grupo F

Malta, a Malta ganhou.

E isso é notícia. OK, foi com as Ilhas Faroé 2-1, mas mesmo assim foi uma vitória.

Mas no grupo quem manda quem é? A Espanha, claro. Mas a vitória sobre a Noruega 2-1 em Valência não foi fácil. E tem a Suécia (bateu a Roménia 2-1) mesmo ali a morder os calcanhares.

 

 

Grupo G

Quem tem Lewandoswki tem golo. O avançado do Bayern conseguiu desfazer o empate e abrir uma vitória que parecia difícil contra a Letónia em Varsóvia, por 2-0.

 

 

Grupo I

Só dá Bélgica. Hazard para a Rússia.

No primeiro jogo, o avançado do Chelsea marcou 2 golos aos russos (vitória 3-1) e agora foi ao Chipre marcar outro no triunfo por 0-2.

 

 

Grupo J

Decorem este nome: Moise Kean. É o jogador do momento e a Juventus já quer blindá-lo. Fez uma perninha quando Allegri decidiu deiar Ronaldo a descansar e marcou 2 golos à Udinese.

Agora, pela Itália fez uma estreia do caraças. Foi titular contra à Finlândia e marcou na vitória 2-0.