Schick não pára e marca de todo o lado.

O checo já é o melhor marcador do Euro 2020 com 3 golos.

Marcou de cabeça, do meio-campo e de penálti.

 

Schick, um chapéu à Poborský de 45 metros

 

Contra a Croácia não falhou a grande penalidade perante Dominik Livakovic.

A Rep. Checa só não venceu o jogo (já tinha batido a Escócia no primeiro jogo 2-0 com dois golos de Schick claro) porque a Croácia tem Perišić.

Croatas somam primeiro ponto, os checos chegam aos quatro. Última jornada: Croácia-Escócia, Rep Checa-Inglaterra

O corata é de longe o melhor marcador da seleção – juntando Mundiais e Europeus já leva 8 golos fases finais.

Foi o 29º golo de ala pelos croatas, o 3º em Campeonatos da Europa.

Por onde passa Perišić vence sempre qualquer coisa: é assim desde 2011:

  • campeão e Taça no Dortmund 2012
  • Taça com o Wolfsburgo 2015
  • campeão, Taça e Champions no Bayern 2020
  • campeão no Inter 2021 

 

 

Perišić quase levava a Croácia ao título mundial em 2018 – foi vice-campeão.

O golo desta sexta-feira deixa os croatas a acreditar ainda no apuramento para os oitavos-de-final.

 

Suécia complica Espanha

No outro jogo, a Suécia venceu a Eslováquia 1-0 e voltou a entrar no jogo. E complicou as contas do Grupo E.

Com este triunfo a Espanha, depois do empate no primeiro jogo com os suecos 0-0, tem de vencer a Polónia.

Mas os polacos também têm de vencer depois de terem perdido com a Eslováquia.

Entendidos?