O Estádio da Luz receberá mais um jogo determinante e de grau de dificuldade elevado, depois do empate sem golos na última sexta frente à Ucrânia.

Hoje 19h45
Qualificação Euro 2020
Portugal vs Sérvia
1.47 – 3.50 – 5.4

 

https://twitter.com/playmaker_PT/status/1109207627807027200

 

A equipa sérvia de Mladen Krstajic tem comportamentos muito interessantes, quer defensivos quer ofensivos.

Com bola, o talentoso extremo esquerdo Ljalic liberta o corredor para as entradas do lateral e associa-se dentro aos interiores e a Jovic, aumentando superioridade numérica no corredor central nas costas dos médios adversários.

Se a oposição fecha as entradas por dentro, explora o corredor lateral esquerdo. No corredor direito, Lazovic permanece mais aberto e procura receber na linha, já de frente para baliza adversária para provocar desequilíbrios.

 

 

A saída é sempre curta, de pé para pé, procurando chegar ao espaço intersectorial de forma pensada e em boas condições para quem recebe.

No momento defensivo, um grande destaque para a forma como fecha o corredor central, mantendo a equipa muito concentrada dentro, convidando adversário a jogar fora. E quando tal acontece, está sempre preparado quer no posicionamento quer pela qualidade dos seus centrais, para responder aos cruzamentos.

 

 

Procura sempre o protagonismo e a cada passe recuado, a equipa sai em bloco para pressionar, fazendo-o com posicionamentos sempre muito altos no campo, condicionando HxH todos os adversários no seu meio campo ofensivo.

Traços táticos que permitem entender a dificuldade que a seleção nacional sentirá para desmontar o seu opositor.

 

https://twitter.com/_Goalpoint/status/1109208666975203329

 

Fernando Santos deverá organizar Portugal num sistema mais ousado do que o que iniciou a partida com a Ucrânia, trocando um interior por mais um elemento nas costas dos médios adversários, passando do 4x3x3 em posse, para o 4x2x4. Com a particularidade de ter os laterais a explorar toda a profundidade do corredor.

Contudo, porque a Sérvia fecha bem o espaço interior e convidará Portugal a usar o exterior, prepara-se um jogo com muita preponderância para João Cancelo e Raphael Guerreira, na forma como tentarão alimentar as zonas de finalização onde Cristiano esperará pelo momento certo para finalizar.

 

 

Embora não tenha sido feliz contra a Ucrânia, as chegadas pelo corredor lateral têm o condão de colocar Ronaldo e… Dyego Sousa em situações às quais se sentem muito confortáveis, assim a bola chegue de forma bem direcionada.

O ponta de lança nascido no Brasil poderá ser a grande surpresa da partida. Quer pelos minutos que eventualmente terá, quer pelo impacto que poderá deixar no resultado.