A Inglaterra não ia a uma final de um dos dois grandes torneios há 55 anos. A Itália não era campeã europeia há 53.

Ambos os jejuns foram quebrados.

Os italianos foram campeões pela segunda vez na história (tinham ganho em 1968 à Jugoslávia) – venceram agora a final de Wembley à Inglaterra: nos penátis.

Foi a segunda final de um Euro decidida nos penáltis – deopis do empate 1-1 nos 90 e 120 minutos.

a itália voltou as cinzas: eliminada na primeira fase dos mundiais de 2010 e 2014, fora em 2018, derrota na final do Euro com a Espanha em 2012 com a maior goleada de sempre 4-0

 

 

Show de Shaw

Começou cedo a Inglaterra: Trippier encontrou Luke Shaw ao segundo poste e o lateral-esquerdo do Man United bateu Donnarumma logo aos 3 minutos.

Bonucci só empatou na segunda parte.

O empate arrastou-se até às grandes penalidades e aí a seleção de Mancini voltou a nã falhar – já o tinha feito nas meias-finais com a Espanha.

 

 

Andrea Belotti e Jorginho falharam para os italianos.

Mas Jadon Sancho, Marcus Rashford (ambos haviam entrado só para baterem os penáltis) fizeram o mesmo.

Sobrou Bukayo Saka, e este permitiu a defesa a Donnarumma.

 

 

Exit da Inglaterra, festa para Itália.

 

A ultima maldição de Inglaterra